São LeopoldoVale do Sinos

Vereador Marcelo Dentinho doa bolhas respiratórias ao Hospital Centenário

Hospital Centenário passa a contar com sete bolhas respiratórias

A ala Covid do Hospital Centenário passa a contar com mais duas Bolhas Respiratórias Individuais Controlada (BRICs) para o tratamento dos pacientes em tratamento contra o coronavírus. Os equipamentos foram doados nesta segunda-feira (17/05) pelo Vereador Marcelo Dentinho (PTB), que esteve no hospital para fazer a entrega à presidente da Fundação HC, Lilian Silva.

Durante a doação, o vereador falou sobre as BRICs e o aumento na possibilidade de cura da doença. “Infelizmente a grande maioria das pessoas que precisaram de intubação vieram a óbito. Este equipamento ajuda a evitar este procedimento mais agressivo, portanto, significa salvar vidas”. Dentinho ainda destacou que está buscando emendas para a saúde do município, porém, “como o processo é demorado, busquei uma alternativa rápida para colaborar com o árduo trabalho que vem sendo realizado pelos profissionais do hospital”.

Com a doação, o Hospital Centenário passa a contar com sete bolhas. Conforme a presidente do HC, os equipamentos menos invasivos contribuem para que o paciente tenha melhor recuperação. “Há casos de pessoas que precisaram ser intubadas mais de uma vez, e isto é muito agressivo, podendo resultar em óbitos. Com isto, estes equipamentos são de grande importância para o tratamento na ala Covid”, afirmou Lilian.

INICIATIVA

Vereador Marcelo Dentinho (PTB e,a presidente da Fundação HC, Lilian Silva – Foto: Divulgação

Conforme Dentinho, a ideia surgiu de uma visita feita ao Hospital Centenário para saber das principais necessidades pela qual passa a instituição, em especial neste período de pandemia. Ao ouvir da presidente da instituição sobre o funcionamento e os resultados positivos resultantes do uso das BRICs em pacientes com Covid, e que poderiam ser utilizados posteriormente em outras alas do hospital, o vereador de São Leopoldo entrou em contato com a empresa fabricante e fez a aquisição com recursos próprios.

BRIC

Segundo a empresa Life Tech Engenharia, responsável pelo equipamento, a BRIC pode evitar intubação em até 35% dos pacientes infectados pelo novo coronavírus. A bolha é indicada para pacientes com disfunção respiratória, baixa saturação, mas ainda sem indicação para intubação. Ela fica conectada a um respirador e pode ser utilizada por até 12 horas no paciente. Impermeável, transparente, vedada, inflável e com conexões respiratórias que permitem a oxigenação pulmonar, a bolha reduz o esforço do paciente e a necessidade de sedação.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo