Paraná

Cidades menores atraem mais moradores oferecendo qualidade de vida e alto IDH

LYX Engenharia entregará seis condomínios na Região Metropolitana de Curitiba em 2021

Nas últimas décadas, foi possível notar um movimento de migração de pessoas das grandes metrópoles para as cidades do seu entorno ou para locais um pouco mais distantes e a pandemia de Covid-19 acabou impulsionando ainda mais essa tendência. Isso também pode ser constatado no Paraná, onde as cidades da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) tiveram um grande crescimento populacional recente.

Dados do grupo ZAP, que possui aplicativos especializados em venda e locação de imóveis, indicam que a busca por imóveis fora dos grandes centros urbanos cresceu 340% entre janeiro e maio de 2020, comparando com o mesmo período de 2019.

Além de um local para ter mais tranquilidade, descanso e lazer com a família, as casas atualmente também passaram a ser um ambiente de trabalho. Segundo Paulo Antonio Kucher, vice-presidente comercial da LYX Engenharia, entre os motivos para essa mudança estão a procura por melhor qualidade de vida, por espaços mais arborizados e com menos trânsito e também por locais com uma população menor, o que se intensificou com a chegada da pandemia, que exige mais distanciamento social e menos aglomerações.

“Outro fator foi o crescimento do home office, que permite que as pessoas não precisem se locomover constantemente aos grandes centros para trabalhar”, destaca o vice-presidente da construtora, que tem diversos empreendimentos em construção na Região Metropolitana de Curitiba, em cidades como Araucária, Campo Largo e Almirante Tamandaré.

QUALIDADE DE VIDA

Os três municípios tiveram, nos últimos anos, um ótimo crescimento no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), que mede o progresso de uma cidade, estado ou país com base nos indicadores de educação (alfabetização e taxa de frequência escolar), longevidade e renda da população.

Segundo dados do Instituto Paranaense de Desenvolvimento (Ipardes) de 2010, data do último censo nacional, Almirante Tamandaré tem 0,699 de IDH; Araucária tem 0,740; e Campo Largo tem 0,745. As três cidades tiveram crescimento de IDH entre 16% e 19% em relação à década anterior (2000) e, seguindo essa tendência de alta, deverão estar com números mais expressivos no próximo censo do IBGE. O IDH na faixa de 0,800 a 1,000 é considerado muito alto; entre 0,700 e 0,799 é considerado alto.

RMC

As cidades da Região Metropolitana de Curitiba têm recebido grandes investimentos, atraindo a indústria, novas construções e shoppings. Há também o investimento em infraestrutura, melhorando as vias de acesso aos municípios mais distantes da capital. O comércio local também se aquece e todos esses fatores ajudam a gerar mais empregos. Em relação à moradia, há diversos empreendimentos com ótimas localizações e o custo-benefício diferenciado na RMC.

Em alta e com muitas opções, os condomínios clubes se destacam, com ótimas condições de compra dentro do programa Minha Casa Minha Vida, atualizado para o programa Casa Verde e Amarela pelo Governo Federal, e do qual a LYX Engenharia é a maior construtora no estado do Paraná, com 18 residenciais já finalizados.

Para 2021, a LYX tem prevista a entrega de seis condomínios, totalizando 4,1 mil unidades, todas já comercializadas. Quatro deles já estão em fase de finalização: o Clube Califórnia, em Campo Largo, que está com 95% das obras completas na fase 1; 92% na fase 2 e 100% na fase 3; o Clube Benvenue, em Almirante Tamandaré, está com 95% da obra completa; o Clube Baltimore, em Araucária, tem 98% completos da obra; e o Clube Atlanta, também em Araucária, está em fase final de acabamentos e, em breve, irá entregar as chaves para os moradores.

Os condomínios Clube Las Vegas, em Almirante Tamandaré, e Clube Madison, em Campo Largo, também estão com obras adiantadas, acima de 55% completadas em todas as fases. A construtora ainda lançará, nos próximos meses, o projeto de mais dois condomínios – Clube Pittisburgh, em Almirante Tamandaré, em Clube Florence, em Araucária –, ambos com data de entrega prevista para 2024.

“Muitas cidades de Regiões Metropolitanas têm um custo de vida menor e qualidade de vida melhor em relação a algumas capitais. Muitas pessoas estão procurando fugir do aluguel e, por isso, estão investindo na compra de um imóvel nesses locais mais tranquilos, e que têm preços mais atrativos. E o acesso aos financiamentos também está mais fácil”, diz Paulo Kucher.

O representante da LYX lembra que é possível adquirir um apartamento em um dos condomínios da construtora com parcelas e entrada a partir de R$ 299.

SOBRE A LYX ENGENHARIA
A LYX Engenharia é a maior construtora do Programa Casa Verde Amarela – antigo programa Minha Casa Minha Vida – no estado do Paraná. Atualmente, a empresa está com seis obras em andamento em cidades da Região Metropolitana de Curitiba. A inovação e tecnologia, além das vantagens que um condomínio clube oferece aos moradores, estão entre os atrativos dos empreendimentos da Lyx, associados à possibilidade de financiamento por intermédio de um programa social acessível.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo