Brasil

Expojud chega à quarta edição debatendo revolução digital trazida pela pandemia

Congresso online debate inovação e tecnologia para o ecossistema de Justiça no Brasil

O último ano mudou as formas de consumo, de comunicação e de trabalho — e quem tinha algum tipo de resistência à novidade precisou adaptar-se a um novo momento tecnológico. O ecossistema de Justiça foi um dos setores mais impactados por essas mudanças, e é essa transformação que estará no centro da pauta da 4ª edição do Expojud. Considerado o maior congresso de inovação, tecnologia e Direito do Brasil, o evento 100% online acontece entre os dias 22 e 24 de junho. As inscrições são gratuitas e limitadas.

Na avaliação do jurista Esdras Silva Pinto, “toda neofobia precisou ser enfrentada na pandemia”. O juiz de Direito do Tribunal de Justiça de Roraima será um dos painelistas do encontro. “Exigia-se uma simultaneidade de localização e tempo, com as pessoas fisicamente em um mesmo lugar e horário. Quando alguém não podia, gerava retrabalho para o Judiciário e fazia com que a tramitação do processo se tornasse ainda mais lenta”, explica.

Membro do Laboratório de Inovação da Associação dos Magistrados Brasileiros, Esdras Silva Pinto abordará também a situação de quase colapso que a Justiça brasileira enfrenta com o excessivo número de processos existentes. “No Brasil, há 210 milhões de pessoas e 77 milhões de processos. Na Índia, com 1,3 bilhão de habitantes, tem apenas 30 milhões de processos. Fica evidente a necessidade de mudança”, completa. O jurista é uma das atrações do segundo dia de evento (23), ao lado do CFO e vice-presidente Estratégico do iFood, Diego Barreto.

Experiência digital imersiva

Se o objetivo do Expojud é ressignificar e demonstrar todas as possibilidades do digital, o evento traz um enfoque especial na experiência do usuário. Realizado através de sala fechada de transmissão, será possível interagir palestrantes e demais participantes — buscando expandir a rede de contatos e possibilidades de negócios do público.

No time de especialistas convidados, o Expojud contará com grandes nomes em comunicação, negócios, mindset e cultura digital. Entre eles estão Joshua Walker, autor do livro “On Legal AI”, considerada uma das primeiras obras dedicadas ao tratamento sistemático e prático do tema; Gisele Paula, fundadora do Instituto Cliente Feliz e co-fundadora do Reclame Aqui; e Luis Lobão, diretor e professor da HSM Educação Executiva. Também haverá palestras de Rafael Leite Paulo, juiz federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) e auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ); Alexandre Zavaglia Coelho, advogado especializado em tecnologia e ciência de dados aplicada; e Eduardo Gussem, ex-procurador-Geral de Justiça do MPRJ.

Além do palco principal de palestras, uma série de conteúdos estará disponível em diferentes momentos na plataforma de interação. Áreas de exposição abordarão três áreas específicas — haverá um espaço para instituições, outro para laboratórios de inovação e, por fim, um destinado a empresas. O evento contará ainda com uma plataforma de gamificação: quanto mais o usuário interagir na plataforma, mais chances terá de ganhar prêmios ao final do encontro.

Ao todo, o Expojud terá a participação de 45 profissionais das mais diversas áreas, 52 instituições de Justiça, 10 lawtechs e 20 laboratórios de inovação. As inscrições podem ser feitas no site www.expojud.com.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo