Rio Grande do Sul

Passo Fundo busca novo plano de gestão para o Hospital Municipal

Objetivo da iniciativa é fortalecer o plano de gestão institucional hospitalar

A captação de recursos empreendida pela Prefeitura para viabilizar os novos projetos de investimentos no Hospital Beneficente Dr. César Santos (HBCS), está sendo orientada pela construção de um diagnóstico e de planos de ações e gestão estruturados para viabilizar o desenvolvimento da instituição em curto, médio e longo prazos. É o que explicou o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, ao definir a instalação de um grupo de trabalho envolvendo secretários de Governo e a administração da casa de saúde para prospectar “o futuro do Hospital, envolvendo, entre outros fatores, a evolução de processos internos e a organização do quadro de servidores, por exemplo”.

Segundo Pedro, o Executivo determinou que esta comissão técnica da Prefeitura contribua com a formatação do diagnóstico sobre a modernização e os investimentos no Hospital Municipal. “Esta é a primeira vez na história da instituição que vamos ter dois grupos de trabalho focados na gestão dos investimentos e dos projetos, compartilhando informações e atuando em conjunto”, defendeu o prefeito.

O secretário de Gestão, Dailon Barp, comentou que o objetivo central deste plano é permitir um diálogo intersetorial, fomentando e acelerando processos e fluxos. “Precisamos pensar no Hospital como um importante vetor do desenvolvimento da saúde. Por isso, este grupo de trabalho vai atuar em um diagnóstico sobre todos os investimentos já feitos e que somam mais de R$ 8 milhões e também prospectar os novos projetos para os quais estão sendo captados recursos, como o Hospital Dia da Criança e a Nova Emergência”, disse ele, complementando que o planejamento relaciona-se com todas as esferas administrativas, gerenciais, operacionais e técnicas do Hospital Municipal. “Por isso é importante também a parceria com a Secretaria de Planejamento, conduzida pelo secretário Giezi Schneider”.

Para o prefeito, os recursos captados e investidos durante as gestões do ex-prefeito Luciano Azevedo deram início a um processo de modernização fundamental para, nesta segunda etapa, concretizar a modernização e a ampliação das alas. “É através destes investimentos iniciais que vamos conseguir operacionalizar os novos projetos do Hospital”, declarou.

Conforme o diretor-presidente do Hospital Municipal, Róger Teixeira Borges, a instituição vem passando por uma série de transformações e melhorias que a preparam para receber todos os novos investimentos que estão sendo planejados. “As obras de reforma e ampliação, junto com as ferramentas de gestão adotadas, vão tornar possível concretizar o projeto de um Hospital moderno, capaz de atender com muita qualidade e eficiência a população”, salientou ele, destacando que a parceria com as secretarias de Gestão e a de Planejamento é fundamental. “Projetar o Hospital implica em planejar. E é isso o que nós estamos fazendo neste processo”.

Borges reiterou que tanto o diagnóstico quanto o plano de gestão representam um esforço coletivo da Administração para aperfeiçoar o serviço prestado pelo Hospital. “Essas iniciativas fortalecem ainda mais o papel da instituição. É um trabalho produzido por muitas pessoas que estão comprometidas e engajadas no processo de tornar o Hospital uma referência em saúde no nosso município”, resumiu.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo