São Leopoldo

Postos de combustíveis são notificados pelo Procon de São Leopoldo

A prática de ludibriar os consumidores é normal no Brasil e na maioria dos casos já instituída com a total conivência de quem deveria ser responsável pela fiscalização e punição das irregularidades. Os exemplos são muitos, mas se destacam as operadoras de telefonia, de energia elétrica e principalmente o setores da industrialização e comercialização de alimentos.

O Procon de São Leopoldo intensificou a fiscalização dos postos de combustíveis para que os preços sejam expostos de forma correta. Nesta quinta-feira, 22 de julho, a diretora do órgão, Neusa Azevedo, e as fiscais Cibeli Prado e Patrícia Ferreira notificaram oito postos devido às irregularidades nos anúncios.

Neusa Azevedo destaca que a legislação estabelece que o preço real do produto esteja em evidência. Em segundo plano podem vir os valores condicionados à política dos aplicativos utiliza pelos postos e redes de combustíveis. Os postos têm prazo de dez dias para fazerem as adequações.

“A indução a erro é crime. Estamos intensificando a fiscalização para evitar as práticas irregulares que ferem os direitos dos consumidores”, ressalta a diretora. O planejamento do Procon prevê as vistorias nos 47 estabelecimentos ativos no município. Até o momento o Procon-SL já notificou 16 postos de combustíveis.

Denúncias

Para fazer denúncia de irregularidades, o contato pode ser feito pelos seguintes canais do Procon-SL: os telefones 22000455 e 22000355 ou pelo e-mail: procon@saoleopoldo.rs.gov.br. O horário de atendimento é das 9h às 14h.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais informações

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com isso.

Fechar