CASANEWS

Decoração: o minucioso ciclo da microtextura perfeita nos móveis da Forma Legno

Na Forma Legno, os detalhes compõem o todo. E são eles que arrematam o esmero em transformar o funcional em belo. A estética é um dos elementos mais visíveis da qualidade dos móveis da fabricante de Flores da Cunha. Mas o exterior das peças, embora revele a beleza do móvel, esconde as diversas camadas de cuidado e de trabalho que o tornam superior.

Parte desse processo se descortina ao analisar a microtextura, o acabamento em pintura que os produtos da Forma Legno recebem. Esse procedimento se dá sobre superfícies de um tipo especial de MDF, desenvolvido especialmente para receber pintura. Cada MDF desses é coberto por uma película, uma espécie de proteção contra a umidade e outros fenômenos que podem danificar o móvel.

O supervisor de produção da empresa, Marcos Pereira, explica que essas peças, antes de chegarem de fato ao setor de pintura, são cortadas e recebem uma fita de ABS para cobrirem as bordas. Com 2 mm de espessura, elas não apenas conferem acabamento à peça como também oferecem proteção contra eventuais pancadas.

Depois disso, há ainda um detalhe. “Todas as peças recebem um lixamento para dar planimetria”, diz Pereira. Aí, sim, elas podem ser pintadas. Quer dizer, serem encaminhadas ao setor. Isso porque, na verdade, antes de receberem a microtextura de fato, elas ganham duas camadas de fundo branco poliuretânico. “Isso serve para selar toda peça e também para trazer uniformidade, deixando as emendas imperceptíveis”, conta Pereira.

Cozinha Frame. A tradição revisitada por um olhar contemporâneo

Cada demão desse fundo precisa ser feita em momentos distintos. Depois de receber o produto, a peça é encaminhada para uma estufa com temperaturas de até 40°C para um tempo de cura de cerca de duas horas. Então, é lixada e ganha outra demão, voltando novamente para a estufa. Após, é retirada, passando por um novo lixamento.

Agora sim elas estão aptas a receberem a microtextura, um trabalho que pode ser feito tanto de modo manual, com pistola, como automatizado, por meio do robô de pintura – é através desses métodos, também, que se aplica o fundo branco. Cada superfície recebe duas demãos e mais uma camada de tinta que totaliza, de fundo e acabamento, pelo menos 510 gramas de tinta. “É bastante material para o produto ficar bem robusto, com uma qualidade excelente, trazendo grande resistência contra arranhões, por exemplo”, diz Pereira, reforçando que as peças podem ser pintadas de qualquer cor.

A linha Essenziale apresenta leveza em uma perfeita sintonia – Fotos: Divulgação /Forma Legno

Depois de duas horas novamente na estufa, as peças estão prontas para serem embaladas, dando fim a um ciclo de trabalho que pode levar até dois dias. Assim, finalmente podem chegar aos lares para embelezarem cada ambiente com sofisticação, personalidade e durabilidade.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Mais informações

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação, anúncios relevantes e maior segurança do usuário. Se você clicar em "prosseguir", vamos entender que está satisfeito com ele. Consulte nossa Política de Privacidade.

Fechar