AgronegócioSerra Gaúcha

Bento Gonçalves vai decretar situação de emergência por causa da estiagem

Bento Gonçalves irá decretar situação de emergência por causa da estiagem. A definição se deu em reunião realizada na Prefeitura, nesta terça-feira (11), ficou definido falta de chuva regular, aliada com as altas temperaturas das últimas semanas, causam grande prejuízo para a agricultura.

Publicidade

O momento foi analisado durante o encontro, que contou com a participação do prefeito Diogo Siqueira, secretário de Governo, Henrique Nuncio, de segurança Tenente Coronel Paulo César de Carvalho, adjunto da Agricultura, Antônio Somensi, chefe do escritório local da Emater Thompsson Didoné, representando a Defesa Civil Regional, Tenente Ricardo Bressan, presidente do Sindicato Rural da Serra Gaúcha, Elson Schneider, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Cedenir Postal, da Defesa Civil de Bento Gonçalves, Claudiomiro Massutti e o geólogo Luis Pinto.

Segundo laudo da Emater, referendado pelos setores, estima-se um prejuízo no setor primário R$ 37 milhões, com uma perda de 20 a 25% da produção. Sendo afetados o cultivo da uva, outras produções (pêssego, laranja, bergamota, ameixa e outros), olerícolas e o milho. “O papel da Emater é de estar próximo auxiliando o produtor e também fornecendo embasamento técnico para que o poder público possa tomar decisões. Fizemos um levantamento junto aos produtores, cooperativas e agricultores para apresentar e referendar as informações com todos”, destaca Thompsson.

Publicidade

“Desde o ano passado estamos nos reunindo com as equipes para avaliar a situação dos distritos neste período de estiagem, e hoje junto com os setores que atendem os agricultores chegamos a conclusão da necessidade de decretar emergência, visando principalmente auxiliar os pequenos produtores, que já registram perda da sua produção. Uma decisão tomada com embasamento técnico e em conjunto com os sindicatos e visando minimizar o dano humano”, destaca o prefeito.

O decreto será remetido para avaliação e homologação junto aos governos estadual e federal. Em caso de homologação do decreto, a Prefeitura poderá encaminhar medidas para auxiliar os produtores.

Desde as últimas semanas as equipes da secretaria de agricultura estão auxiliando os agricultores com serviços de máquinas para abertura e limpeza de reservatórios e com o transporte de água para consumo animal, e das famílias.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo