Porto Alegre

Porto Alegre: Seminário técnico do Laçador marca final do projeto

Evento realizado na sede do Sinduscon-RS abordou todos os detalhes da restauração do Monumento ao Laçador, promovida pelo Projeto Construção Cultural - Resgate do Patrimônio Histórico

Com o auditório cheio, o Sindicato das Indústrias da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul, promoveu um Seminário Técnico para fechar o projeto de restauração da Estátua do Laçador. Durante o evento, que aconteceu no início da semana, todos os detalhes técnicos e de logística que fizeram parte da obra foram abordados pelos engenheiros, arquitetos e demais responsáveis pela revitalização.

Publicidade

O projeto de restauro do Monumento ao Laçador teve início ainda em 2016, quando foram identificadas fissuras e rachaduras na estátua. Desde então, o projeto Construção Cultural – Resgate do Patrimônio Histórico, vinha trabalhando para viabilizar a obra de revitalização da Estátua efetuada pelo escultor Antônio Caringi e tendo como inspiração para a indumentária o folclorista gaúcho Paixão Cortes. Ainda durante o evento do Seminário, foi entregue aos presentes o Caderno de Restauro, um livro abordando todas as etapas do processo de revitalização do Laçador.

O Coordenador do Projeto Construção Cultural – Resgate do Patrimônio Histórico, do Sindicato das Indústrias da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul, Zalmir Chwartzmann destacou o anúncio da produção de um filme sobre a história do Laçador, que irá desde a sua criação por Antônio Caringi até a mais recente restauração.

“Ainda temos muito caminho pela frente, pois durante o seminário foram anunciados os próximos passos do Laçador. Com o patrocínio da Gerdau, as captações feitas durante todos os 100 dias de restauro pelo cineasta Jaime Lerner vão se transformar em um filme. Ver esse projeto que tanto nos orgulha estar pronto já é muito gratificante, poder entregar ele para a cidade completamente restaurado. Mas ver todo esse processo nas telonas com certeza será algo muito especial também.”, pontua Zalmir Chwartzmann.

O restauro foi viabilizado pelo Sindicato através do programa Pró Cultura – Lei de Incentivo à Cultura, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Junto do Sinduscon-RS está também a Associação Sul Riograndense da Construção Civil e a prefeitura de Porto Alegre.

O projeto tem ainda o patrocínio da Gerdau e da Sulgás e conta com o apoio da JOG Andaimes, Elevato, Ministério Público do Rio Grande do Sul e Phorbis Empreendimentos Imobiliários.

Via
Camejo
Fonte
Eduarda Oliveira

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo