EventosTecnologia & Inovação

Homenagem ao pesquisador Sérgio Mascarenhas ocorre em 04 de maio

Descoberta do professor abriu caminho para o desenvolvimento de um indicador de saúde neurológica que poderá impactar 1 bilhão de pessoas. Um ano após a sua morte, grandes nomes da ciência mundial apresentarão seus achados em um evento 100% online e gratuito sobre cuidados neurológicos.

O “Simpósio Sérgio Mascarenhas: da Ciência Básica ao Impacto na Saúde de 1 Bilhão de Pessoas” é um evento 100% online e gratuito que acontece no dia 4 de maio, das 8h às 18h, em homenagem ao cientista brasileiro que leva o nome do webinar. As inscrições podem ser realizadas diretamente no site do evento: https://www.simposiosergiomascarenhas.com.br/ .

Publicidade

Cientista, físico e químico, Sérgio Mascarenhas, falecido há um ano, lecionou, pesquisou, desenvolveu tecnologias e recebeu títulos em dezenas de universidades e centros de pesquisa internacionais, como os laboratórios da Bell Labs e RCA, as Universidades de Princeton e Harvard, o Massachusetts Institute of Technology (MIT), dentre outras instituições da Inglaterra, Alemanha, México e Japão.

Ele também participou da criação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e fundou o Instituto de Física e Química da Universidade de São Paulo (IFSC/USP), a Embrapa Instrumentação, e a brain4care, essa última uma healthtech que desenvolveu um método de monitoramento não invasivo das variações de volume/pressão intracraniana (evitando a necessidade de perfuração do crânio). Sua descoberta é inovadora e disruptiva, mudando paradigmas nos atendimentos neurológicos.

Nomes de peso fazem parte da programação

A programação do simpósio conta com palestrantes internacionais como Yvonne Cagle (USA), astronauta da National Aeronautics and Space Administration (NASA); Marek Czosnika (UK), professor de física do cérebro na Universidade de Cambridge; Jose Suarez (USA), do The Johns Hopkins University School of Medicine; João Gomes (USA), diretor de cuidados neurocríticos da Cleveland Clinic; e Celeste Dias (Portugal), professora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

O evento tem a coordenação de Eduardo Colombari, professor da UNESP e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Dentre os nomes nacionais que participarão do simpósio estão Marcos Lange, presidente da Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares (SBDCV); Nelci Zanon Collange, coordenadora da Comissão das Mulheres na Neurocirurgia da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN); Gisele Sampaio, professora de neurologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp) e pesquisadora clínica do Hospital Israelita Albert Einstein; Carlos Eduardo Nassif, coordenador da UTI do Hospital Nove de Julho e médico da UTI do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP); Salomón Rojas, coordenador de UTI do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo; e Adriano Maeda, chefe do serviço de neurocirurgia pediátrica do Hospital Pequeno Príncipe.

Distúrbios neurológicos são a segunda causa de morte prematura no mundo

De acordo com Gustavo Frigieri, diretor científico da brain4care, healthtech brasileira de impacto global que desenvolve e aplica a tecnologia desenvolvida pelo pesquisador homenageado, a descoberta de Mascarenhas é de extrema relevância para a população mundial, já que os distúrbios neurológicos são a segunda causa de morte prematura no mundo, acometendo 9 milhões de vidas por ano, e a primeira em incapacidades, com alta concentração de desfechos negativos em países de renda média-baixa, como o Brasil, com 78,5% das mortes e 77,3% de incapacidade.

Ainda segundo Frigieri, a expectativa é que a tecnologia brain4care se torne um novo sinal vital, sendo utilizado mundialmente, como já acontece com a medição da pressão arterial e aferição da temperatura, por exemplo. “Esse sonho se mostra cada dia mais possível, pois já obtivemos a aprovação da tecnologia no Brasil pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e nos Estados Unidos na FDA (Food and Drug Administration).” Frigieri, que palestrará no evento, também é doutor em ciências, sendo responsável pelo primeiro estudo científico publicado sobre a tecnologia de monitoramento não invasivo da pressão intracraniana.

Lançamento do Brain::Science

Durante o simpósio haverá ainda o lançamento do Brain::Science, website de divulgação científica voltado a profissionais e pesquisadores da saúde e dedicado à cobertura de avanços científicos sobre saúde do cérebro. O website abordará desde pesquisa básica até o desenvolvimento de novas formas de diagnóstico e tratamento, em especial a relação entre a saúde do cérebro e de outros órgãos e sistemas, bem como a inovação tecnológica no setor, por meio de reportagens, entrevistas, notas informativas e coletâneas de textos selecionados de outras publicações de referência.

O site é inspirado pelos ideais de comunicação científica do prof. Sergio Mascarenhas, que em sua última década de vida se dedicou a investigar a dinâmica craniana e a desafiar paradigmas sobre essa área, como a doutrina Monro-Kellie. A coordenação editorial do site estará a cargo dos jornalistas e pesquisadores de divulgação científica Francisco Rolfsen Belda (Unesp) e Mateus Yuri Passos (Umesp), com conteúdos produzidos pela Editora Casa da Árvore, empresa com mais de 15 anos de destacada atuação no ramo de comunicação pública da ciência. Também contará com colunistas e outros autores convidados.

Serviço

Simpósio Sérgio Mascarenhas: da Ciência Básica ao Impacto na Saúde de 1 Bilhão de Pessoas

  • Data: 04/05/2022
  • Horário: das 8h às 18h
  • Evento online e gratuito. Inscrições em: https://www.simposiosergiomascarenhas.com.br/
  • Apoio: O simpósio conta com o apoio da Academia Brasileira de Neurologia – Regional Rio de Janeiro (ABN-RJ/ ANERJ), Associação dos Neurocirurgiões do Estado de São Paulo (Sonesp), Sociedade Mineira de Neurocirurgia; Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares, Associação Brasileira de Enfermagem em Terapia Intensiva (ABENTI) e Associação Brasileira de Enfermagem em Neurologia e Neurocirurgia (ABENEURO).

Sobre a brain4care

Com o propósito de desafiar os limites da medicina para vivenciar histórias de saúde e felicidade e a missão de reduzir a dor e o sofrimento de milhões de pessoas, a brain4care é uma healthtech brasileira que desenvolve e oferta uma tecnologia pioneira de monitorização da complacência intracraniana (CIC), um indicador de saúde neurológica que fornece uma informação adicional que qualifica o diagnóstico, orienta a terapêutica e indica a evolução de distúrbios neurológicos, aumentando a pertinência dos cuidados, a segurança do paciente e a otimização dos recursos do sistemas de saúde. A healthtech direciona sua capacidade de inovação para derrubar as barreiras entre os distúrbios neurológicos e os cuidados adequados ao oferecer uma tecnologia simples, acessível e de baixo custo que permita aos médicos e profissionais da saúde atuarem juntos para o resultado que realmente importa: reduzir drasticamente a mortalidade e a incapacidade causadas por distúrbios neurológicos, colocando a tecnologia à serviço do humano para oferecer acesso universal aos melhores desfechos.

Escolhida globalmente pela Singularity University para ser acelerada em 2017, a tecnologia brain4care oferece acesso universal à CIC, um indicador de saúde neurológica cujo comprometimento leva à disfunção cerebral. Em um contexto multimodal, permite que médicos e equipes melhorem a pertinência nos cuidados e a segurança do paciente, fornecendo informações adicionais que qualificam o diagnóstico, orientam a terapêutica e indicam a evolução dos distúrbios neurológicos, que é a primeira causa de incapacitação e segunda causa de mortes prematuras no mundo.

Certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e disponível comercialmente no Brasil desde 2019, a tecnologia está presente em 53 instituições de saúde em todo país. A healthtech conta com escritórios em São Paulo, São Carlos e Atlanta, nos Estados Unidos.

Via
Bowler
Fonte
Daiane Mazette Leide

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo