Caxias do Sul

Economia caxiense fecha primeiro trimestre do ano com alta de 4,3%

Indicadores foram divulgados pela CIC e CDL nesta quinta-feira (28)

A economia de Caxias do Sul registrou crescimento de 4,7% no mês de março, em comparação com fevereiro, depois de três meses consecutivos de queda. O desempenho positivo fez com que o resultado do trimestre apontasse aumento de 4,3%. O acumulado dos últimos 12 meses também registrou alta: 6,4%. Os números do desempenho da economia local foram divulgados pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) nesta quinta-feira (28).

Publicidade

Por setores, na relação entre março e fevereiro, o levantamento indica índices de crescimento de 7,8% na indústria e de 3% nos serviços, mas retração de 2,2% no comércio. No acumulado do ano, indústria cresceu 9,6%, o comércio, 5,2%, enquanto as atividades dos serviços retraíram em 5,7% de janeiro a março.

“As perdas do comércio e dos serviços acumuladas durante o período de pandemia estão regredindo a cada mês”, pontuou o diretor de Planejamento, Economia e Estatística da CIC Caxias Tarciano Mello Cardoso, análise ratificada pelo colega de diretoria Joarez Piccinini. Segundo ele, começou a recuperação dos negócios afetados pelas restrições à circulação de pessoas e à abertura e funcionamento de estabelecimentos destes dois setores.

Avaliação mais detalhada do comportamento da indústria aponta que em março houve crescimento de 11% em vendas, 13,8% em massa salarial e de 10,5% em horas trabalhadas na comparação com fevereiro deste ano. Índices de alta também foram registrados nos itens “utilização da capacidade instalada” (1,3%) e em “compras industriais (5,8%)”.

A vice-presidente de Comércio da CIC Caxias, Idalice Manchini, comemorou o fato de a indústria estar puxando esta retomada da economia local, pois o bom desempenho do setor ajuda o comércio e os serviços a se recuperarem mais rápido. Idalice no entanto, manifestou preocupação com a alta da inflação e com a queda no poder aquisitivo dos consumidores.

Mercado externo

As exportações cresceram 17% no acumulado dos últimos 12 meses, e as importações, 53,3%, fazendo com que o saldo da balança comercial caxiense registrasse desempenho negativo de 34,3% no período de abril de 2021 a março de 2022. No acumulado de janeiro a março deste ano, a queda no saldo da balança comercial de Caxias do Sul ultrapassa os 30%.

>>> Desempenho da Economia de Caxias do Sul – Março 2022.PDF

Via
CIC Caxias do Sul
Fonte
Marta Guerra Sfreddo

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo