Norte RSSaúde

Passo Fundo inclui novos grupos para vacina contra gripe

Confira quais as populações-alvo poderão ser vacinadas a partir de segunda-feira (2)

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza avança em Passo Fundo. A partir de segunda-feira, 2 de maio, poderão ser vacinados 17 grupos considerados prioritários pelo Ministério da Saúde.

Publicidade

Grupos

– Idosos com 60 anos ou mais
– Trabalhadores da saúde
– Crianças de 6 meses a 5 anos incompletos
– Gestantes
– Puérperas
– Povos indígenas
– Trabalhadores de educação
– Pessoas com comorbidades
– Pessoas com deficiência permanente
– Caminhoneiros
– Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros Urbano e de Longo Curso
– Trabalhadores Portuários
– Forças de Segurança e Salvamento
– Forças Armadas
– Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade
– População privada de liberdade
– Adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

Locais de vacinação

– Ambulatório de Especialidades
– Cais Hípica
– Cais Boqueirão
– Cais Vila Luíza
– ESF Adriana Lírio
– ESF São José
– ESF São Luiz Gonzaga
– ESF Adolfo Groth
– ESF Donária / Santa Marta
– ESF Mattos
– ESF Nenê Graeff
– ESF Jerônimo Coelho
– ESF Planaltina
– ESF São Cristóvão
– ESF Valinhos
– ESF Ricci
– ESF Zachia
– ESF Adirbal Corralo
– ESF Jaboticabal
– ESF Caic Edu Azambuja
– UBS Parque Farroupilha
– UBS Ivo Ferreira
– UBS Jardim América
– UBS Vila Nova / Santa Maria

UBS, ESF e Ambulatórios funcionam das 8h às 11h30 e das 13h às 16h. Já os Cais, das 8h às 16h.

Trabalhadores da Saúde também podem ser vacinados na Central de Vacinas, que funciona na Rua Uruguai, 667, Centro, das 8h às 17h30.

Comorbidades

Doença respiratória crônica:

– Asma em uso de corticoide inalatório ou sistêmico (Moderada ou Grave);
– Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC);
– Bronquiectasia;
– Fibrose Cística;
– Doenças Intersticiais do pulmão;
– Displasia broncopulmonar;
– Hipertensão Arterial Pulmonar;
– Crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade.

Doença cardíaca crônica:

– Doença cardíaca congênita;
– Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade;
– Doença cardíaca isquêmica;
– Insuficiência cardíaca.

Doença renal crônica:

– Doença renal nos estágios 3,4 e 5;
– Síndrome nefrótica;
– Paciente em diálise.

Doença hepática crônica:

– Atresia biliar;
– Hepatites crônicas;
– Cirrose.

Doença neurológica crônica:

– Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica;
– Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes, incluindo Acidente Vascular Cerebral, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares;
– Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular;
– Deficiência neurológica grave.

Diabetes:

– Diabetes Mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.

Imunossupressão:

– Imunodeficiência congênita ou adquirida;
– Imunossupressão por doenças ou medicamentos;

Obesidade:

– Obesidade grau III.

Transplantados:

– Órgãos;
– Medula óssea.

Portadores de trissomias:

– Síndrome de Down, Síndrome de Klinefelter, Síndrome de Warkany, dentre outras trissomias.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo