EmpregoNotíciasRio Grande do Sul

Novo ministro da Infraestrutura palestrou na RA CIC Caxias desta segunda-feira (2)

“Infraestrutura traz investimento, gera emprego e transforma a vida das pessoas”, afirma Marcelo Sampaio

“Infraestrutura traz investimento, gera emprego e transforma a vida das pessoas”. A afirmação é do ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, durante palestra on-line no evento RA CIC promovido pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias) nesta segunda-feira (2).

Publicidade

Ao falar sobre as atividades do Ministério da Infraestrutura e projetos futuros, o ministro elencou e forneceu informações sobre o andamento de várias obras e projetos de melhorias em aeroportos, portos, rodovias e ferrovias pelo País afora.

De acordo com Sampaio, o Ministério da Infraestrutura (Minfra) estabeleceu como pilares de atuação a transferência de ativos para a iniciativa privada, a resolução dos passivos herdados em concessões existentes e a conclusão de obras que estavam em andamento. Segundo ele, já foram leiloados mais de 84 ativos, que estão se convertendo em mais de R$ 100 bilhões de investimentos e mais de 1,5 milhão de empregos. Para o ministro, os investimentos públicos e privados já começam a fazer diferença no País. Marcelo Sampaio adiantou que a sétima rodada de concessão de aeroportos, que incluirá o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), será realizada no segundo semestre do ano.

Publicidade

Entre as entregas mais recentes do Ministério da Infraestrutura no Rio Grande do Sul, Freitas mencionou a conclusão da duplicação do Contorno de Pelotas, na BR-116 e BR-392, a reforma e ampliação do Aeroporto de Passo Fundo e a segunda ponte sobre o Guaíba, em Porto Alegre.

Marcelo Sampaio durante participação virtual e o presidente da CIC Caxias, Celestino Oscar Loro – Fotos: Julio Soares/Objetiva

O ministro ainda enumerou várias obras e ações do Ministério da Infraestrutura para o País e detalhou algumas demandas encaminhadas pela CIC Caxias: o novo Aeroporto Regional da Serra Gaúcha e melhorias na trafegabilidade da BR-116. Sampaio reconheceu a importância das demandas e informou que desenvolver a aviação regional é uma prioridade do governo federal. Ratificou o investimento de R$ 200 milhões no novo aeroporto e disse que o Minfra aguarda a conclusão dos estudos para fazer avançar o projeto. Em relação à BR-116, mencionou a possibilidade de construção de terceiras faixas para reduzir o número de acidentes e dar maior fluidez ao trânsito.

Antes de palestrar na CIC Caxias, Marcelo Sampaio vistoriou a nova pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, que entrará em operação no próximo dia 19, permitindo a chegada de aviões cargueiros e ampliando a movimentação de cargas. Também inaugurou o novo terminal de cargas da Fraport no aeroporto gaúcho.

Os pleitos da CIC Caxias

Na abertura da reunião-almoço, o presidente da CIC Caxias, Celestino Oscar Loro, comentou sobre a importância de mais investimentos na infraestrutura para a Região e para o Rio Grande do Sul como um fator indutor do desenvolvimento econômico e social. Gasparin pediu a intervenção do ministro em projetos que estão em andamento e pediu estudos para futuras obras. Citou, por exemplo, a implantação do Porto do Litoral Norte, apoio na construção do novo Aeroporto Regional da Serra Gaúcha, a implantação de modais ferroviários na Região e a retificação das curvas da BR-116, entre Caxias do Sul e São Marcos, e reestruturação do trecho urbano da mesma rodovia. A entidade elaborou um documento a ser entregue em mãos ao ministro pelo presidente Celestino Loro.

Impedido de desembarcar no aeroporto em Caxias do Sul devido ao mau tempo, depois de sua participação on-line na RA CIC o ministro viajou de carro para cumprir compromissos da agenda, que incluíram a assinatura do Termo de Compromisso com o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS) e visita às empresas Marcopolo e Randon.

Via
CIC Caxias
Fonte
Marta Guerra Sfreddo
Botão Voltar ao topo