Saúde

É possível amenizar cicatrizes com cirurgia plástica

Pessoas estão retomando a autoestima com a cirurgia de correção de cicatriz

Você já teve ou tem aquela cicatriz ou mancha na pele que incomoda, mas não sabe o que fazer com ela? A correção de cicatriz é uma cirurgia plástica que busca melhorar a aparência e diminuir os aspectos cicatriciais. A cicatriz ocorre quando a camada mais profunda da pele (derme) é atingida por um ferimento ou até mesmo cirurgia.

Publicidade

Muitos são os motivos que levam ao surgimento de uma cicatriz, os principais fatores são questões genéticas, cuidados com a pele e nutrição do corpo (uma cesariana, cirurgias relacionadas a tratamentos de saúde, quedas, acidentes etc.).

A melhor forma de evitar uma cicatriz é esperar o tecido interno fechar totalmente, isso envolve o surgimento da casquinha, e é nesse momento que muitas pessoas acabam atrapalhando o processo de cicatrização. Independente do motivo, é difícil encontrar alguém que não tenha algum tipo de cicatriz no copo. Apesar de ser algo comum, a presença dessas marcas pode impactar de forma negativa a aparência e prejudicar a autoestima do indivíduo.

Foto: Divulgação

“O que muitos não entendem é que os cuidados com a aparência, saúde e o bem-estar também precisam ganhar espaço nessas planilhas e planejamentos financeiros, tornando esses objetivos viáveis, sem causar um rombo no orçamento”, explica Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional — Cirurgia Plástica. Portanto, é muito importante separar um tempo no final ou início de ano para fazer o seu “livro dos sonhos” ou “agenda de objetivos” e listar tudo o que pretende realizar com detalhes, inclusive a média de preço para cada realização que exija investimento.

Aspectos como descoloração e irregulares no relevo podem ser corrigidas com os procedimentos plásticos. Manchas e cicatrizes de acne também podem ser amenizadas com a cirurgia. O tipo de cicatriz irá determinar o método utilizado pelo profissional, elas podem ser:

Queloides

Esse tipo de cicatriz cresce progressivamente, pois há uma grande produção de colágeno no local. Podem aparecer em qualquer parte do corpo, mas geralmente se concentram em regiões onde não tem tanta gordura como tórax, peito, ombros e face.

Hipertróficas

São tecidos que se formam no local da cicatriz. São avermelhadas e altas, podendo crescer ao longo do tempo. As fibras de colágeno na cicatriz têm formato desordenado.

Contraturas

Esse tipo de cicatriz acontece quando há uma grande perda de tecido, como é o caso das queimaduras. Elas podem restringir o movimento de regiões como dedos, cotovelos, joelhos e pescoços.
Investir na correção dessas cicatrizes pode representar um marco para o indivíduo que sofre com isso. Não se trata apenas de aparência, mas também da manutenção da autoestima e do bem-estar. Cuidar da imagem é uma forma de se preocupar com a parte interna do corpo, a fim de desenvolver mais confiança e convicção para diversas áreas da vida.

Via
Esther Fernandes
Fonte
Estilo Press

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo