CanoasVale do Sinos

MiniZoo de Canoas recebe filhote de tamanduá-mirim

O Zoológico Municipal de Canoas (MiniZoo) recebeu quarta-feira (13) um filhote de tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla). O bichinho estava sob cuidados do Preservas, da UFRGS, onde foi atendido e recebeu tratamento inicial. Agora, no MiniZoo, o animal vai passar por um processo de reabilitação com a expectativa de ser devolvido à natureza. Foi construído um novo recinto, mais resistente e com aquecimento, para que o jovem tamanduá passe pelo tratamento durante o inverno.15

Publicidade

O médico veterinário do Zoo, Daniel Vasconcelos, destacou que, após o processo de reabilitação, a equipe espera que o filhote de tamanduá possa retornar à natureza. “Para que tenhamos uma reabilitação completa, é importante um trabalho interdisciplinar. O objetivo é fornecer alimentos similares aos disponíveis no meio natural, bem como a ambientação do recinto, que deve estimular comportamentos naturais do animal”, explicou.

Animais silvestres

A Prefeitura de Canoas reforça: os animais silvestres são protegidos por lei e maltratá-los é crime. Segundo a Lei de Crimes Ambientais 9.605/98, Artigo 28: Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida: Pena – detenção e multa.

Caso tenha algum contato com animais silvestres, contate o Zoológico Municipal de Canoas, através do número/WhatsApp (51) 9.9787-1078, que uma equipe técnica irá passar as informações de como proceder. Para denúncias de maus tratos de animais silvestres ligue para Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA): 51-3236-1800.

Sobre o animal

O tamanduá-mirim é uma das 3 espécies de tamanduá que habitam no Brasil, com distribuição por todo território nacional. É um animal insetívoro, que se alimenta principalmente de cupins, formigas, abelhas e mel. Possuem hábitos de atividade diurna, mas podem ser mais ativos à noite em áreas perturbadas pela atividade humana. As principais ameaças a espécie são atropelamentos, caça ilegal, incêndios florestais, perda de habitat e ataques de animais domésticos.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo