Centro RSRio Grande do Sul

Prefeitura de Santa Maria promove curso de padaria e confeitaria

Entrega de certificados para 150 alunos formados na 6ª turma ocorreu na tarde desta quarta-feira (3), no Restaurante Popular

Novas habilidades e a possibilidade de entrar no mercado de trabalho ou de abrir o próprio negócio. Com seis turmas formadas desde o começo deste ano, totalizando 150 alunos e alunas, o curso básico de padaria e confeitaria oferecido pela Prefeitura teve encerramento na tarde desta quarta-feira (3). Ao todo, a capacitação teve investimento de R$ 100 mil e contou com apoio do projeto Esperança/Cooesperança e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). As aulas foram ministradas pelo professor Marcelo Navarro no Restaurante Popular.

Publicidade

A confraternização de entrega dos certificados para as alunas da 6ª turma teve quitutes preparados por elas e contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Social, João Chaves, da auditora geral do Município, Carolina Lisowski, do coordenador de Segurança Alimentar da pasta, Ronaldo Pozzobon, da gestora de fundos da (SMDS), Carine Schefer, e do coordenador pedagógico do Senai Santa Maria, Ronaldo Kebach Martins.

O secretário João Chaves destacou o empenho dos alunos que participaram das seis turmas e o baixo índice de desistências. Do total de 168 pessoas inscritas, apenas 18 não completaram o curso.

“Vamos valorizar esse trabalho, pois ele espalha conhecimento. Dá a essas pessoas a qualificação para darem continuidade nos seus planos, de usar para si e compartilhar esse conhecimento. E isso é muito simbólico. Ainda mais que o curso é ministrado aqui no Restaurante Popular, que está em pleno funcionamento e nos orgulha muito”, afirmou.

Carolina Lisowski também destacou a possibilidade de a Prefeitura fazer a diferença na vida das pessoas com políticas públicas que dão oportunidades aos cidadãos.

“Toda formatura me emociona muito. E hoje, estamos aqui com pessoas que aceitaram essa oportunidade, esse desafio e formam esse cenário de orgulho. Essas políticas fazem a diferença, modificando a das pessoas. Tenho certeza que vamos encontrar logo mais essas alunas e alunos no mercado de trabalho”, salientou.

Lavínia Melo Rodrigues, 19 anos, moradora da Vila Caramelo, era só sorrisos enquanto aguardava com as colegas o momento de receber o certificado.

“Eu já trabalhei vendendo lanches em feiras, agora esse curso me abriu muitas portas, oportunidades e possibilidades. Posso trabalhar com outras coisas, planejar uma empresa. Aqui eu aprendi muito. Valeu o esforço e foi tudo maravilhoso”, festejou.

A Secretaria de Desenvolvimento Social estuda abrir inscrições para novas turmas. Porém, ainda sem data prevista.

Via
Rodrigo Ricordi
Fonte
PMSM

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo