NotíciasRio Grande do SulSaúde

Prefeitura de Caxias renova contrato com o Hospital Pompéia

Seguem sendo prestados os atendimentos no setor materno-infantil e os demais previstos em contrato, como consultas, exames, cirurgias e serviço de urgência e emergência.

Serviços prestados pela instituição de saúde terão vigência de mais 12 meses.
A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, renovou o contrato com o Hospital Pompéia por mais 12 meses, até o final de 2023. A confirmação foi feita pela diretoria da instituição nesta terça-feira (20/12).

Publicidade

Seguem sendo prestados os atendimentos no setor materno-infantil e os demais previstos em contrato, como consultas, exames, cirurgias e serviço de urgência e emergência. Em resposta a pedido apresentado pelo Pompéia, o hospital deixará de realizar 10 mil exames/mês que eram coletados no Centro Especializado de Saúde (CES). No entanto, para que a população não fique desassistida, o Município já assegurou que essa demanda será suprida pelo Hospital Virvi Ramos.

O prefeito Adiló Didomenico reafirmou que a preocupação do Município sempre foi garantir o atendimento à população caxiense. “Nos preocupava demais esta situação, afinal, não temos como substituir determinados atendimentos em que o hospital Pompéia é referência. Temos, em primeiro lugar, compromisso com a população, mas também de manter a parceria e os repasses financeiros ao hospital para que se continue promovendo esse atendimento tão necessário”, destacou.

Publicidade

A secretária da Saúde, Daniele Meneguzzi, enfatizou a enorme importância histórica do hospital e seu estreito relacionamento com a comunidade. “Por reconhecer esse legado e por sabermos do papel que ele exerce na assistência de saúde aos caxienses e a toda a região, nós, enquanto Prefeitura, jamais compactuaríamos com a possibilidade de diminuir serviços e assim prejudicar toda uma população. Nossa luta sempre foi em defesa das vidas e foi por isso que em momento algum cogitamos a possibilidade de deixar a população em abandono. Essa sempre foi nossa postura e assim seguirá”, reforçou.

Desde agosto, quando o Pompéia anunciou o fechamento da maternidade e de outros serviços, o governo do Estado e o programa Mediar-MP se somaram ao Município nas tratativas para a renovação do contrato. “Manifestamos também profundo agradecimento ao Núcleo Mediar e ao governo do Estado por toda a parceria durante esse processo”, completou.

Fonte
Imprensa PMCS
Botão Voltar ao topo