AgronegócioRio Grande do Sul

Bagé se prepara para a 15ª Agrovino que acontece em janeiro

Bagé está se mobilizando para receber criadores de todo o Sul do país e também do Uruguai e Argentina para a 15ª edição da Agrovino. O evento, realizado pela Associação Bageense de Criadores de Ovinos (Abaco) e Associação e Sindicato Rural de Bagé, será realizado de 10 a 14 de janeiro de 2023 no parque da rural. E a expectativa da organização é de mais um evento de sucesso. A meta dos promotores é de pelo menos alcançar o faturamento da última feira, que foi de R$ 1,67 milhão.

Publicidade

De acordo com o presidente da Abaco, Gustavo Velloso, esta edição traz aos promotores uma responsabilidade muito grande em função do crescimento que todas as edições anteriores vem marcando. “A responsabilidade é muito grande tanto com os produtores quanto com os clientes e parceiros que participam da feira. Vimos que a procura por vir à Bagé é grande, com criadores do Paraná, Santa Catarina e vários pontos do Rio Grande do Sul ligando e marcando hotel para participar da Agrovino”, destaca, acrescentando que o evento terá representação internacional com jurados argentinos e criadores uruguaios.

Velloso salienta que a Agrovino já é considerada uma das principais feiras do setor da ovinocultura do Rio Grande do Sul e do Brasil. E a alta procura já dá uma noção da proporção que o evento vem tomando. “Isso nos dá um pique final para a organização dos últimos detalhes. Queremos receber da melhor maneira possível todos os participantes dentro do nosso parque, que tem uma estrutura muito boa e isso nos viabiliza receber todo esse pessoal que vem de fora”, ressalta.

Publicidade

Durante o evento, serão realizados quatro leilões de prestigiadas cabanhas além do rematão da Agrovino, com mais de mil animais de diferentes raças inscritos para o remate. Outro destaque será uma exposição ranqueada da raça Texel. A carne também terá seu espaço com debates e degustações. “Teremos o Fórum da Carne, com a participação de autoridades para debater os gargalos existentes na carne ovina, além do aumento do consumo e melhor comercialização”, salienta.

O presidente da Abaco também reforça a realização do concurso de assado, que visa fomentar o consumo de carne ovina, com churrasqueiros que vão representar raças. “O intuito não é realizar uma disputa, mas sim que quem estiver circulando pelo parque para degustar a carne das mais diversas raças ovinas”, frisa Velloso, complementando ainda que se deve receber um grande volume de animais para os julgamentos.

A 15ª edição da Agrovino conta com o apoio da Emater/RS, Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos (Arco), Embrapa e Prefeitura Municipal de Bagé além do patrocínio de Banrisul, Senar/RS, Hipra, Sicredi, Paramount, TTerrasul, Rede Conesul, Secretaria Estadual da Agricultura e Governo do Estado, por meio do Fundovinos.

Botão Voltar ao topo