CASANEWSNegócios

Juntos Somos Mais estima cenário positivo para a construção civil em 2023

Apesar de contexto misto em 2022, a startup considera que 2023 será um ano com boas oportunidades

O ano de 2022 foi um misto de sensações para o mercado no geral e na construção civil não foi diferente. A pandemia dava sinais de que estava se encaminhando para o fim, mas, por outro lado, o cenário macroeconômico pressionava a taxa de juros que subiu muito em relação a 2021. Apesar desse contexto todo, a Juntos Somos Mais, joint venture da Tigre, Gerdau e Votorantim Cimentos, criadora do maior ecossistema de construção civil do país, está com boas perspectivas para 2023.

Ao analisar o lado econômico do segmento da construção civil, podemos ver que 2022 deixou alguns entraves pelo caminho. “O início do ano foi marcado pela pressão inflacionária na economia. Saímos de uma taxa de juros de 2% no início de 2021, passando para 9,25% no mesmo período do ano passado e chegando a e atingindo atualmente (2023) 13,75%. Isso sem contar os programas de habitação governamentais que performaram pior quando comparado ao ano anterior”, analisa Juliana Carsoni, CEO da Juntos Somos Mais.

Publicidade

2023 deve oferecer mais oportunidades de crescimento. “A partir de 2020, as pessoas voltaram a atenção para o lar e isso impactou positivamente a construção civil. Esperamos que esse efeito positivo continue neste ano com a retomada acima da média dos programas habitacionais do governo e possíveis políticas econômicas que incentivem o segmento da construção civil”, avalia Juliana

A confiança e as vendas da construção civil também experimentaram impactos desde 2021. “Diante da possibilidade de momentos sensíveis, a confiança no mercado geral da construção fechou em 96,7 pontos, que é um bom resultado. Isso sem contar que as vendas em 2022 foram melhores do que em 2019, por exemplo”, explica Ivan Ormenesse, Head de Data Analytics & Intelligence da Juntos Somos Mais.

Publicidade

Em 2023, o foco da Juntos Somos Mais será o marketplace. “Nossa atenção será voltada ao crescimento da Loja Virtual, que em 2022 transacionou mais de R$9 bilhões. Já somos o maior marketplace da construção civil, mas ainda há muito espaço para crescimento com mais parceiros e na oferta de serviços que melhorem o dia a dia dos varejistas e as vendas da indústria. Estamos apenas no começo dessa jornada”, finaliza a CEO da startup.

Saiba mais | Juntos Somos Mais

O programa Juntos Somos + foi criado em 2014 pela Votorantim Cimentos como um programa de relacionamento. Desde o início, a proposta era desenvolver varejistas e profissionais, contribuindo, assim, para a sustentabilidade da cadeia por meio da geração de novos negócios.

Contando com as sócias Gerdau e Tigre, o programa Juntos Somos + se transformou em uma empresa independente, denominada Juntos Somos Mais, um ecossistema que tem como propósito fortalecer o varejo da construção civil, desenvolvendo e qualificando varejistas e os profissionais de obra.

Atualmente, há mais de 40 empresas líderes em seus segmentos participantes, juntamente com mais de 95 mil lojas e mais de 1,2 milhões de membros entre lojistas, vendedores e profissionais de obra. Em 2020, a empresa anunciou a aquisição da startup gaúcha Triider, marketplace de serviços gerais, e em 2021 investiu na Conecta Reforma, que conecta clientes com prestadores de serviço para execução de grandes reformas.

Recentemente adquiriu a operação do habitissimo, plataforma de serviços gerais, tornando-se a maior plataforma da área de construção, reformas e pequenas manutenções do país. Saiba mais por meio do site oficial.

Botão Voltar ao topo