GeralSaúde

Sol e dieta: fontes de vitamina D no corpo

Para obter vitamina D, é recomendado um banho de sol de cerca de 15 minutos, três vezes por semana

A falta de exposição solar devido a uma rotina agitada no escritório pode levar à deficiência de vitamina D. Essa vitamina essencial para manter os ossos saudáveis e reduzir o risco de doenças que aumentam a probabilidade de fraturas no corpo é obtida através da luz solar e da alimentação.

Publicidade

De acordo com a dermatologista Marcela Vidal, do Hapvida Saúde, a vitamina D é lipossolúvel, o que significa que é solúvel em gordura e tem uma função importante no sistema imunológico e no metabolismo ósseo. “Ela desempenha um papel fundamental na produção de ossos saudáveis. A deficiência de vitamina D em crianças pode levar ao raquitismo, enquanto em adultos pode contribuir para a osteoporose, aumentando o risco de fraturas”, explica.

Publicidade

A exposição à radiação ultravioleta é a principal fonte de vitamina D, sendo recomendado um banho de sol de aproximadamente 15 minutos, três vezes por semana, com 18% do corpo exposto, como por exemplo, usando uma camiseta e bermuda. No entanto, é importante evitar a exposição excessiva durante os horários de maior incidência de radiação, entre 10h e 15h, pois pode ser prejudicial à saúde. Caso essa medida não atinja os níveis adequados de vitamina D, é recomendada a suplementação oral em vez de aumentar a exposição solar, que pode aumentar o risco de neoplasias cutâneas.

Além da exposição solar, a vitamina D pode ser encontrada em alimentos como salmão, arenque, cavala e óleo de peixe. No entanto, a dermatologista alerta que a contribuição da alimentação nos níveis de vitamina D é pequena. A deficiência de vitamina D é identificada quando os níveis sanguíneos estão abaixo de 20 ng/ml, sendo recomendada a exposição solar ou o uso de suplementos vitamínicos, dependendo da situação clínica de cada paciente.

Botão Voltar ao topo