Rio Grande do Sul

Aplicativo conecta doadores e instituições que acolhem crianças e adolescentes em Porto Alegre

Um aplicativo que facilita a doação de bens e serviços para casas e lares que acolhem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social em Porto Alegre foi lançado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. O “Adote um amanhã” é resultado de uma parceria entre o MP, a Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS), a GX2 Tecnologia e a Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações do RS (SUCESU-RS), entidade que atua na promoção da responsabilidade social no mercado de TI.

Publicidade

O aplicativo é um exemplo de como a tecnologia pode contribuir para as práticas ESG (sigla em inglês para Meio Ambiente, Social e Governança), uma tendência crescente nas empresas que buscam gerar impacto positivo na sociedade. A ideia surgiu da necessidade de aproximar as instituições que cuidam de crianças e adolescentes em situação de risco das pessoas que querem colaborar com elas, mas não sabem como.

A SUCESU-RS foi a responsável por criar os laços entre os agentes envolvidos no projeto. Nilson Ayala, Presidente da entidade, conta que há um interesse crescente dos associados em participar de ações sociais, especialmente ligadas à infância e à juventude. “A SUCESU-RS concentra cerca de 65% do PIB das empresas de tecnologia do Estado. O nosso trabalho é ser um multiplicador de oportunidades para fazer o bem, criando sinergia entre aqueles que precisam e aqueles que têm interesse e podem ajudar”, afirma.

Publicidade

Ayala é pai adotivo de dois filhos e conhece bem as dificuldades que passam as casas e lares de Porto Alegre. Ele relata que recebia muitos contatos de pessoas que queriam ajudar, mas não sabiam como. “Eu ia até a promotora de Justiça da Infância e Juventude de Porto Alegre, Cinara Vianna Dutra Braga, e tentava encontrar as instituições mais perto e que precisavam do que havia para ser entregue, mas era um trabalho difícil, demorado”, explica.

Com o aplicativo, a tarefa de Ayala e de outras pessoas e entidades que se dedicam a ajudar ficará mais fácil. Ao acessar o “Adote um amanhã”, o usuário pode escolher uma instituição para apoiar, ver quais são as necessidades dela e fazer a doação diretamente pelo app. As instituições também podem se cadastrar no aplicativo e atualizar suas demandas.

SUCESU-RS---Foto-Divulgação-SUCESU-RS
SUCESU-RS – Foto: Divulgação /SUCESU-RS

O aplicativo foi desenvolvido inicialmente pelos alunos da Agência Experimental de Engenharia de Software (AGES) da PUCRS, como parte de uma disciplina. Depois, ele foi aperfeiçoado pela equipe de novos talentos da GX2 Tecnologia, que integram o programa Rocket Talents da empresa, que fomenta a formação de profissionais no mercado de TI. Os jovens contaram com a supervisão de profissionais sêniores da GX2, que abraçou a causa.

A SUCESU-RS tem um histórico de contribuições sociais. Durante a pandemia, a entidade mobilizou seus associados para doar alimentos e itens de higiene às comunidades carentes. Além disso, criou uma campanha para arrecadar equipamentos eletrônicos para permitir que crianças e adolescentes pudessem assistir aulas online durante o isolamento social. A entidade também é frequentemente uma das apoiadoras da Corrida pela Adoção.

Ayala revela que há o interesse em criar uma diretoria ou vice-presidência dedicada à responsabilidade social na SUCESU-RS. “Entendemos que é uma responsabilidade nossa ser um local onde todos se encontram para fazer o bem através da tecnologia”, conclui.

Com o aplicativo, a tarefa de Nilson e de outras pessoas e entidades que se dedicam a ajudar ficará mais fácil. Ao se cadastrar, cada pessoa visualiza o que as instituições precisam. Os itens solicitados vão desde equipamentos eletrônicos até serviços como corte de cabelo. Aulas de reforço, itens de higiene e alimentos também podem ser doados.

“É claro que, como pai de coração, eu sempre penso em como podemos transformar a vida dessas crianças que ficam nesses lares por vezes até os 18 anos e saem de lá direto para o mundo. Se pudermos oferecer condições para eles crescerem bem e com acesso à educação, por exemplo, já estamos fazendo a nossa parte”, destaca Nilson Ayala.

O “Adote um amanhã” está habilitado para o cadastro dos 70 abrigos e casas lares da capital gaúcha que atendem cerca de 800 crianças e adolescentes. Ele está disponível na Play Store para usuários Android e App Store para iPhone.

Sobre a SUCESU-RS

A SUCESU-RS – Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações do RS – faz parte de uma rede nacional que constitui a única entidade que cuida exclusivamente dos interesses dos usuários corporativos de TIC (Informática e Telecomunicações). Com 54 anos de história, é uma das primeiras entidades do estado e pioneira no setor de TI, com o propósito de “promover o uso da tecnologia e conectar pessoas, empresas e a sociedade”.

Botão Voltar ao topo