Saúde

Endocrinologista tira dúvidas sobre o ganho e a perda de peso no inverno

Com o inverno é comum deixar de lado a prática de exercícios e aumentar a ingestão de comida. Entre os motivos estão algumas crenças típicas dessa época. Será que precisamos comer mais para manter o corpo aquecido? Será que não precisamos treinar tanto, já que o metabolismo fica mais acelerado no frio?

Publicidade

Para realmente entender o que acontece com nosso corpo no inverno, a Dra. Claudia Chang, especialista em Endocrinologia e Metabologia pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), menciona os 4 principais mitos e verdades sobre perda ou ganho de peso durante essa estação.

Mito: As pessoas engordam no inverno porque sentem mais fome. Com a queda das temperaturas, o corpo precisa de mais energia para gerar calor e manter uma temperatura corporal adequada. Isso faz com que sintamos mais fome. No entanto, a energia extra que ingerimos é usada para produzir calor. O problema surge quando consumimos mais alimentos do que o necessário para suprir as necessidades do organismo.

Publicidade

“Nessa época do ano, as pessoas costumam passar mais tempo em casa, já que nem todo mundo gosta de enfrentar o frio lá fora. Ficar em casa por muito tempo facilita o acesso aos alimentos (e geralmente optamos pelos mais calóricos, como biscoitos, chocolate ou pães). Além disso, se houver algum transtorno emocional associado, como ansiedade ou depressão, pode ser mais difícil controlar a alimentação e a pessoa acaba descontando na comida”, explica Claudia Chang.

Verdade: O organismo precisa de mais comida no inverno. A comida funciona como combustível para a produção de calor no nosso corpo. Portanto, a necessidade de se alimentar aumenta para manter a temperatura corporal.

De acordo com a endocrinologista, estudos com animais mostram que há um aumento na ingestão de alimentos quando estão expostos a baixas temperaturas. “No entanto, esse aumento na ingestão de alimentos é acompanhado por um aumento na taxa metabólica basal, que é a energia que o corpo gasta em repouso. Isso mantém um equilíbrio e não leva ao ganho de peso”.

Verdade: O inverno é uma excelente época para emagrecer. Nesse período, o metabolismo se acelera, já que o corpo precisa gerar mais calor. Esse processo ativa mecanismos que estimulam a queima de gordura acumulada, podendo aumentar a queima calórica em até 10%. No entanto, para que isso aconteça, é fundamental manter uma alimentação equilibrada e não exagerar em fondues e chocolate quente.

Mito: Podemos treinar menos no inverno, já que o frio acelera o metabolismo. “Com o metabolismo acelerado, a prática de atividade física trará mais resultados para o emagrecimento. Além disso, não devemos esquecer que exercitar o corpo não é apenas pela estética, mas também pela saúde física e mental, e, consequentemente, para uma boa qualidade de vida”, conclui Claudia Chang.

Botão Voltar ao topo