Rio Grande do Sul

Daer fiscaliza transporte de produtos perigosos na ERS-118

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) conduz operações de fiscalização na ERS-118, em Gravataí, com o objetivo de monitorar a movimentação de caminhões que estão transportando substâncias perigosas.

Publicidade

A execução dessas operações envolve a colaboração conjunta do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) e da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

Essas ações, que começaram em 16 de agosto, estão sendo conduzidas nas proximidades do posto rodoviário situado no quilômetro 11 da referida rodovia. Ontem, as abordagens foram realizadas por agentes do Daer e do CRBM. Hoje, sexta-feira (16/8), as demais entidades mencionadas se uniram à operação, que será encerrada às 17h.

Publicidade

De acordo com Sandro Vaz dos Santos, diretor de Operação Rodoviária do Daer, “Nós estamos empenhados em garantir a segurança viária, que é de suma importância em estradas como a ERS-118, que possui uma considerável área urbanizada, apesar de contar com segmentos industriais”. Ele enfatiza que na rodovia a circulação é restrita a veículos que possuam dimensões máximas de 26 metros e um peso de até 74 toneladas.

Diná Fernandes, engenheira civil e superintendente de Transporte de Cargas do Daer, fornece detalhes adicionais: “Nosso enfoque está direcionado aos caminhões que transportam materiais que representam um risco significativo para o meio ambiente e a comunidade, tais como gasolina e substâncias radioativas”. Ela acrescenta que, além de fiscalizar o peso e as dimensões dos veículos, também será realizada uma verificação dos equipamentos e dispositivos que precisam possuir certificação do INMETRO, como os extintores de incêndio.

A previsão é de que aproximadamente 50 abordagens sejam conduzidas. Caso seja constatada alguma irregularidade, os responsáveis pelo transporte poderão receber notificações e seus caminhões podem ser apreendidos.

Botão Voltar ao topo