Cidades do RSNotíciasRio Grande do Sul

Nível do Rio dos Sinos volta a subir em São Leopoldo nesta quarta (13)

Chuva constante elevou aproximadamente 5cm nas últimas 10h

De acordo com apontamentos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) choveu cerca de 54mm nas últimas 24h em São Leopoldo. Por volta das 9h, da quarta-feira, 13 de setembro, a Defesa Civil de São Leopoldo verificou que o nível do Rio dos Sinos estava com 4,60m.

Publicidade

Em função das chuvas, elevou aproximadamente 5cm nas últimas 10h. A medição foi verificada na régua do Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH) instalada na rua da Praia.

Mesmo com a chuva constante não foram registrados grandes transtornos em nenhum outro local, somente alagamentos pontuais. Não há registro de famílias desabrigadas ou desalojadas. No momento sem riscos, mas requer monitoramento intensivo conforme disposto no Plano de Contingência para Inundações (Placon), pois quando o rio está acima de 4,30m e há indícios de elevação, é ativado entra nesse status de alerta.

Publicidade

A sala de situação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e infraestrutura (Sema) mantém o alerta para risco tempo severo sobre o Rio Grande do Sul entre os dias 13 e 15 de setembro. Devido a um sistema de baixa pressão, fluxo de umidade e atuação de frente fria há a previsão de chuvas volumosas e intensas na metade sul com cheias e transtornos associados aos acumulados elevados.

Informações locais

Nível do Rio dos Sinos (ANA/CPRM): 4,60m
Precipitação nas últimas 24h (ANA/CPRM): 54mm
Precipitação acumulada no mês de Setembro (ANA/CPRM): 231mm
Precipitação média dos últimos 30 anos para setembro (Climatempo): 179mm

Resumo do Placon do nível do Rio dos Sinos em São Leopoldo

Nível normal: entre 2m e 2,5m
Até 3,50m – observação
Acima de 3,50m – atenção e monitoramento intensivo
Acima de 4,30m mais indícios de elevação ou previsão de novas chuvas – alerta
Chegando em 4,50m – início atingimento das ruas da Praia e das Camélias
Em 5,10m – alarme – início atingimento da rua Alberto Ramos – Feitoria.

Registros em 2023

O nível mais baixo registrado em São Leopoldo foi de 0,29m no dia 14 de fevereiro. Já o mais alto foi de 6,18m em 19 de junho.

Previsão

Na quarta-feira (13), as instabilidades permanecem atuando em todo o Estado e há risco de temporais, chuvas volumosas e possíveis transtornos associados. Os acumulados variam de 50 a 70 mm/dia na maioria das regiões, com a possibilidade de atingir localmente 100 mm/dia no Sudeste e Sul.

No Nordeste e Leste, os acumulados ficam entre 40 e 60 mm/dia. Os rios apresentam níveis elevados e em elevação, com exceção do Nordeste e Norte que apresentam estabilidade ou declínio. Ibirapuitã, Ibicuí, Santa Maria, Uruguai estão acima da cota de inundação e continuam em lenta elevação. Os rios Jacuí, Sinos e Gravataí estão acima da cota de alerta e em elevação.

Na madrugada e manhã da quinta-feira (14), o tempo segue instável sobre o território gaúcho, com chuvas constantes na metade Leste, mas com volumes menores do que nos dias anteriores.

Na sexta-feira (15), uma massa de ar mais frio favorece temperaturas mínimas variando entre 3 e 8°C em todo o Estado. Não se descarta a possibilidade de geada em regiões de baixadas na Serra Gaúcha. Além disso, uma massa de ar seco favorece o tempo estável com sol entre poucas nuvens em todo o Estado.

A tendência é que no sábado (16), o tempo permaneça firme, com temperaturas aumentando ao longo da tarde.

Botão Voltar ao topo