Rio Grande do Sul

Gravataí já tem pacientes na Fase 1 da Nova Emergência SUS do Hospital Dom João Becker

Conclusão da Fase 2 está prevista para ocorrer ao longo de 2024

Uma nova realidade no pronto atendimento em Gravataí iniciou de fato. Vinte pacientes que estavam na antiga estrutura da Emergência SUS do Hospital Dom João Becker foram remanejados para o novo espaço, desafogando a já recorrente superlotação. Um momento marcante na história do hospital do município e que vai se repetir em breve, quando for concluída a Fase 2 da obra, prevista para ocorrer ao longo de 2024.

Para o coordenador de enfermagem do Hospital Dom João Becker, Rudinei Bittencourt, os primeiros pacientes foram escolhidos a partir de alguns critérios assistenciais. “Para esses vinte leitos foram remanejados os que estavam em uso de oxigênio e internados há mais tempo”, explica. Segundo ele, a preferência será para quem estiver estável e aguardando leito na Unidade de Internação, pois os casos mais graves já são atendidos nas salas vermelha e laranja da antiga emergência, equipadas de maneira similar a uma UTI. Rudinei destaca ainda o impacto positivo que os novos leitos geraram em pacientes e acompanhantes. “Eles ficaram maravilhados, pois a estrutura oferece conforto e privacidade, não perdendo em qualidade para as melhores do país”, comenta.

Publicidade

SEGUNDA ETAPA EM 2024

A Fase 1 da Nova Emergência SUS do Hospital Dom João Becker é composta de 20 leitos de observação e teve um custo total da obra de R$ 10,7 milhões. Os recursos vieram do poder público em suas diferentes esferas (municipal, estadual e federal). A conclusão de toda a Nova Emergência ainda depende da Fase 2, que deve ocorrer ao longo de 2024, mas ainda carece de verba para sua concretização. Ao final, serão 36 leitos de observação e 13 poltronas para aplicação de medicamentos, além de novas salas vermelha, laranja e de apoio. No total, serão 1.330m² de área construída.

Publicidade
Botão Voltar ao topo