Agronegócio

Patrícia Nichterwitz assume a presidência da Assafe

Objetivo de sua diretoria é fortalecer a agricultura familiar através das feiras locais

Patrícia Nichterwitz vai comandar a Associação Santa-cruzense de Feirantes (Assafe) em 2024, junto com o vice-presidente Danilo Hentscke. Ela foi eleita em assembleia realizada na quinta-feira (15), na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar de Santa Cruz do Sul e região. Também integram a diretoria Romeu Emílio Kist, como tesoureiro; Décio Beckenkamp, vice-tesoureiro; Simone Walter, secretária; e Diego Fritzen, vice-secretário.

Publicidade

A nova presidente destaca que o objetivo é fortalecer o grupo de mais de 80 feirantes, estimulando ao consumidor a adquirir os produtos da agricultura familiar. “Temos uma produção muito grande das nossas famílias que dependem desta atividade e a ideia é seguir este trabalho, fortalecendo a cadeia de produção e venda, levando produtos frescos e de qualidade para a mesa do consumidor”, destaca.

História da Assafe

A Feira Rural teve início no dia 23 de setembro de 1980, com 28 famílias que se instalaram na Rua Galvão Costa, que acabaram oriundas dos antigos Clubes 4S e Grupos do Lar. Inicialmente, os artigos eram recolhidos de caminhão fornecido pela prefeitura. Posteriormente, os agricultores se organizaram em grupos e passaram a transportar mesmos os seus produtos até a cidade.

Publicidade

O primeiro ponto de vendas foi na rua Galvão Costa, local onde os feirantes permaneceram atendendo por duas semanas, depois passaram para a Rua Ernesto Alves, próximo da antiga Estação Férrea. Após, foram construídas barracas de madeira, cobertas com lona defronte da estação.

Em 1984 foi criada a Associação Santa-cruzense de Feirantes (Assafe), com a finalidade de representar os produtores de hortigranjeiros. A atual feira do Centro foi inaugurada em 1985, com 20 bancas para os produtores. Posteriormente foram agregados outros pontos em bairros da cidade, até chegar às atuais sete bancas existentes.

Botão Voltar ao topo