Variedades

Cordão do Boitatá leva alegria contagiante às ruas do Rio

O bloco Cordão do Boitatá, fundado há 22 anos, este ano homenageou a cantora Alcione e o ex-jogador de futebol Heleno de Freitas – Tânia Rêgo/Agência Brasil

Logo cedo, às 7 horas da manhã deste domingo (4), foliões já exibiam nas ruas do Rio de Janeiro a criatividade de suas fantasias. Na Lapa, entre os milhares que acordaram para seguir o bloco Cordão do Boitatá, era comum ver piratas, unicórnios, bruxos e índios. Mas houve também quem caprichou, apresentando ao longo trajeto vestimentas únicas. “A música de carnaval do Brasil é maravilhosa e é recheada desses grandes mestres. Quando vamos para a rua, carregamos toda essa história”, conta o músico Kiko Horta, um dos fundadores do Cordão do Boitatá.

O bloco surgiu há 22 anos e o primeiro desfile teve como ponto de concentração os arcos da Lapa. Em 2000, os organizadores decidiram adotar como palco principal a Praça XV, com o objetivo de levantar a discussão sobre o processo de ocupação e revitalização do centro do Rio de Janeiro.

Além do cortejo realizado hoje, o Cordão do Boitatá também se apresenta no próximo domingo (11). Segundo Kiko Horta, será o tradicional baile multicultural na Praça XV. “É um bloco acústico formado por mais de 100 músicos, alguns de escolas de samba, de várias partes da cidade, profissionais e amadores”, disse ele.

Tags
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios