BrasilNovo Hamburgo

Representatividade: três escritoras premiadas com livros disponíveis na Biblioteca Pública

Acervo da Biblioteca Machado de Assis conta com diversos títulos

A Biblioteca Municipal Machado de Assis, em Novo Hamburgo, conta com exemplares de três escritoras mulheres que receberam importantes prêmios ao longo de suas carreiras. E cada uma com seus méritos em representatividade:

01. A americana Edith Wharton foi a primeira mulher a receber o título Onoris Causa pela Universidade de Yale e medalha de ouro do Instituto Nacional de Artes e Letras. Em 1921, seu romance A Era da Inocência recebeu o Prêmio Pulitzer. Sua obra virou filme em 1993, com o título Época da Inocência. No acervo da Biblioteca é possível encontrar o romance A Casa dos Mortos, publicado em 1947.

02. Já a também americana Toni Morrison foi a primeira mulher negra a receber o Prêmio Nobel de Literatura, em 1993. Além disso, em 1988 também recebeu o Prêmio Pulitzer. Títulos de sua autoria como Amada, Paraíso e Jazz estão disponíveis na Biblioteca.

03. Rachel de Queiroz, escritora brasileira, foi a primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras, no ano de 1993. Em 1930, com apenas 20 anos de idade, publicou o romance O Quinze, que recebeu o Prêmio Graça Aranha. Além da obra premiada, o acervo do Espaço Cultural conta com os títulos Três Marias, Dora Doralina e outros livros de sua autoria.

A Biblioteca Pública fica na Praça da Bandeira, número 66, próxima a Câmara Municipal de Vereadores. O atendimento é de segunda a sextas-feira, das 8 às 18 horas. Aos sábados funciona das 8 horas ao meio dia.

Informações da PMNH

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo