Saúde

Exercício físico: um grande aliado na prevenção e tratamento de doenças

Comemorou-se nesta sexta-feira (6), o Dia Mundial da Atividade Física, data dedicada ao combate ao sedentarismo, considerado um dos fatores de risco para hipertensão, obesidade, diabetes e problemas cardiovasculares.

De acordo com a Dra. Ligia Antunes Correa, diretora do departamento de Educação Física da SOCESP – Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, todo indivíduo pode se beneficiar amplamente com a prática regular do exercício físico. Ao eliminar o sedentarismo, o indivíduo passa a ter menor chance de desenvolver doenças do coração, como o infarto.

“A prática regular contribui para controlar o sobrepeso corporal ou a obesidade, a hipertensão arterial sistêmica, diminuir o estresse, aumentar o colesterol bom (HDL) e favorece o controle de açúcar no sangue”, afirma a especialista. “É importante lembrar que a prática de atividades físicas associadas à uma alimentação regular é um requisito essencial para manter uma boa qualidade de vida”, completa Antunes.

Recomenda-se exercícios que movimentem grandes grupos musculares, como caminhada, corrida ou ciclismo. Para Katia de Angelis Lobo D’Avila, educadora física e professora da Universidade Federal de São Paulo, o número de indivíduos obesos ou com sobrepeso é cada vez maior, algo que está muito relacionado a mudança no estilo de vida.

A má alimentação, o estresse do dia a dia e a redução do número de atividades físicas, marcam a sociedade de forma intensa e está relacionada a doenças que podem acometer indivíduos na infância e na vida adulta, doenças que vão afetar o coração, o organismo e o metabolismo como um todo.

Para a especialista, é muito importante que as pessoas incorporem no seu dia a dia a prática regular do exercício. Não precisa ser o exercício o convencional, como a academia por exemplo, pode ser algo que de prazer, como dançar, nadar, caminhar, organizar a casa, etc., atividades cotidianas que nos obrigam a movimentar o corpo. Essas atividades são cada vez mais reduzidas e isso aumenta o sedentarismo.

“Procure cada vez mais incorporar a atividade física, isso pode ser muito prazeroso, procure o que gosta, busque duas ou três vezes por semana fazer exercícios um pouco mais vigorosos e que somem ao seu dia algo em torno de 300 minutos de atividades físicas por semana. Isso será muito importante para o seu coração, para sua mente e vai deixar você muito mais feliz, salienta D’Avila.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo