Caxias do SulDestaqueRio Grande do SulSerra Gaúcha

Goiaba: Caxias do Sul vai colher safra de 50 toneladas

Produção da fruta ganha espaço na agricultura do município da Serra Gaúcha

A colheita da goiaba já começou em Caxias do Sul. A produção da fruta se tornou uma alternativa para cerca de 15 famílias do município, que colhem aproximadamente 50 toneladas anualmente. A busca por uma diversidade de produtos por parte dos consumidores tem influenciado os agricultores a investirem em cultivos não tão comuns na região.

Publicidade

Flávio Hillebrand, engenheiro agrônomo da Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), explica que a goiaba é uma fruta tropical que se desenvolve melhor em climas quentes. “Apesar de estar localizado em uma região com maior predominância de frio, nosso município apresenta mesoclimas que permitem o cultivo de frutíferas tropicais. Dentre esses locais, estão as encostas de menor altitude, nas proximidades do Rio Caí, onde há menor risco de geadas”, contextualizou Flávio.

Publicidade

Em condições climáticas favoráveis, as goiabeiras podem produzir o ano inteiro, visto que a colheita se dá aproximadamente sete meses após a poda. “Em Caxias do Sul a poda é feita após o inverno, para fugir das geadas primaveris na brotação e floração. Desta forma, o ponto alto da colheita ocorre no mês de abril, se estendendo eventualmente até o final de junho”, completou.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Caxias do Sul possui cerca de cinco hectares plantados, localizados principalmente em Vila Cristina. Samuel Pezzi é um dos produtores de goiaba do distrito há mais de 10 anos e possui cerca de 1,6 hectares plantados. A produção é destinada à industrialização de geleias (chimia) e goiabada, além da venda in natura para mercados do município, feira Ponto de Safra e Ceasa Serra.

“Neste ano, a produção deve ser um pouco menor que a do ano passado, quando ocorreu uma supersafra e colhemos cerca de 30 toneladas na minha propriedade. A goiaba é uma fruta muito boa de produzir e temos cada vez mais procura. Os produtores também estão investindo mais, principalmente por incentivo das indústrias produtoras de chimia”, conta.
A principal variedade cultivada em Caxias é a goiaba paluma, que possui polpa vermelha e é própria tanto para o consumo, quanto para a produção de geleias e goiabadas. Neste ano, o quilo da goiaba in natura deve ser comercializado por R$ 2,50 a R$ 3. Já para a industrialização, o preço do quilo deve variar entre R$ 0,50 e R$ 1.

Produção de geleias

A geleia de goiaba, mais conhecida como chimia, é uma das muitas heranças culturais da colonização europeia em Caxias do Sul. No município, a produção tem ganhado cada vez mais força, principalmente pelo aumento da produção da fruta. O proprietário da agroindústria Galópolis, César Luiz Matté, é um dos produtores locais que investe na produção da chimia de goiaba há mais de três anos.

“Depois do figo e da uva, a busca pela chimia de goiaba é a que mais se destaca. É uma ótima fruta para trabalhar, pois quando ela chega madura, só precisamos lavar, tirar a flor, cozinhar e passar na despolpadeira. Depois disso, ela dura até três anos na câmara fria a 12 graus negativos”, explicou. Ele ainda conta que a fruta utilizada para a produção é adquirida apenas de produtores caxienses. E, para incrementar a economia local, Matté fornece a chimia somente para mercados da cidade.

Informações da Smapa/PMCS

Publicidade
Publicidade
Botão Voltar ao topo