DestaqueRS

Festival Palco Giratório Sesc/POA tem programação para todos os públicos

Na última semana de programação, o 13º Festival Palco Giratório Sesc/POA preparou um cronograma com atrações para todos os gostos e idades. Teatro adulto, infantil, dança e música estão entre as apresentações que seguem até 26 de maio, na Capital gaúcha. Um dos destaques da semana é “Pequeno trabalho para velhos palhaços”, com direção de Adriane Mottola. O texto de Matei Visnièc convida ao palco três palhaços desempregados, e que sem nenhum tom de humor, expõem a fragilidade da profissão meio à insegurança quanto ao futuro. As sessões ocorrem nos dias 22 e 23/05, às 21h, no Teatro Renascença, e a classificação etária é de 12 anos.

Na terça-feira (22/05), o GrupoJogo de ExperimentAção Cênica (RS) estreia o espetáculo “Tremor”. O trabalho foi desenvolvido no projeto Transit, em convite do Instituto Goethe. O coletivo dá vida ao texto da dramaturga alemã Maria Milisavljevic, que aborda as complexas relações sociais contemporâneas diante do tecnicismo moderno. A peça, com classificação etária de 14 anos, também será exibida na quarta-feira (23/05), às 20h, no Goethe-Institut. Após a sessão será realizado o “Discutindo a cena”, mediado por Valmir Santos (SP), momento em que o público poderá fazer perguntas aos atores sobre a obra apresentada.

Finalizando a programação do 13º Festival Palco Giratório Sesc/POA, uma atração de intensidade e energia. Na sexta-feira e sábado (25 e 26/05), Mulamba sobe ao palco do Theatro São Pedro para agitar, sensibilizar e denunciar. A banda composta por seis mulheres é conhecido por suas letras críticas, abordando questões emergenciais referentes à figura feminina, como a violência, a repressão, o assédio, o preconceito. Com referências que transitam entre bossa e rock, Mulamba traz um repertório autoral e diferenciado. O grupo ficou conhecido após a divulgação do videclipe “P.U.T.A”, que hoje contam com mais de 2 milhões de visualizações. O espetáculo tem classificação etária de 16 anos.

Ainda nesta semana, o Festival Palco Giratório também conta com “Desmontagem Evocando mortos – poéticas da experiência”, da Tribo de Atuadores Oi nóis aqui traveiz (RS), “Ruídos”, do Núcleo de Pesquisa beckett-we / RS, “Todas nós”, da Cia. Dramática (RS), “Tóin2 dança para a segunda infância”, da Muovere Cia. de Dança (RS), “Dinamarca”, do Grupo Magiluth (PE), “As mulheres do Aluá”, de O Imaginário (RO), “O Mirabolante Rei Das Tretas”, da Quimera Criações Artísticas (RS), “Procurando Emily”, do PER-FORMANTES (RS), “Fauna”, do Quatroloscinco – Teatro do Comum (MG), “Inimigos na casa de bonecas”, do Projeto Gompa (RS), “Remontagem – o nosso amor a gente inventa”, com direção de Ander Belotto (RS), “A mulher arrastada”, com direção de Adriane Mottola (RS) e “Dança Anfíbia”, da Cia dos Pés (AL).

A programação completa e disponibilidade de ingressos podem ser conferidas em www.sesc-rs.com.br/palcogiratorio

Etiquetas
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios