Saúde

5 coisas que você precisa saber sobre os adoçantes não calóricos

O açúcar é uma fonte de energia para o organismo que pode ser encontrado em alimentos como a cana-de-açúcar, mel, raízes de beterraba, em frutas e em outras plantas. Porém, se você tiver diabetes ou problemas como obesidade ou hiperglicemia (glicose alta), precisa controlar o consumo desse ingrediente.

Nesses casos, os adoçantes de baixa caloria ou edulcorantes podem ser uma opção para garantir o sabor doce dos alimentos. Porém, muita gente tem receio de usar estes produtos por achar que eles podem provocar doenças graves como o câncer. Por isso, separamos 5 informações baseadas em estudos científicos e que acabam com todos esses mitos e mostram como os adoçantes de baixa caloria podem ajudar na dieta de muita gente, inclusive crianças.

  • Aspartame, sacarina, esteviosídeo e sucralose não alteram os níveis de glicose no sangue – foi o que demonstrou o artigo assinado por pesquisadores da Universidade de Illinoins (EUA) e publicado recentemente na revista científica Nature
  • O consumo de adoçantes de baixa caloria não causa câncer – afirma o professor Carlo La Vecchia da Universidade de Milão (Itália), um dos autores de um artigo sobre o tema que foi publicado nos Anais de Oncologia da Oxford Academy e que traz evidencias epidemiológicas sobre a ausência de associação entre adoçantes de baixas calorias e o risco de várias neoplasias comuns.
  • Eles não provocam alergias nem problemas gastrointestinais em crianças – e podem ser incorporados na dieta de crianças e adolescentes como uma ferramenta adicional para combater o sobrepeso e a obesidade, de acordo com artigo  publicado recentemente na Revista Mexicana de Pediatria.
  • Bebidas light ou sem calorias não modificam o apetite – é o que atesta um grupo de cientistas liderados pelo professor Marc Fantino  do Centro de Pesquisa Biomédica Aplicada do Centro Hospitalar Regional de Montgelas (Givors-França). Eles analisaram os padrões alimentares de 80 mulheres e 86 homens saudáveis e sem excesso de peso ao longo de várias semanas e constataram que não houve alteração do comportamento alimentar dos mesmos independentemente do consumo de bebidas com adoçantes não calóricos ou água.
  • Eles podem ser melhores que água para manter o peso corporal- de acordo com pesquisa publicada no International Journal of Obesity. Segundo os pesquisadores os adoçantes de baixa caloria satisfazem o desejo pelo sabor adocicado sem as calorias do açúcar, favorecendo o consumo de outros nutrientes e, portanto, auxiliando a dieta.
Tags

Artigos relacionados