Saúde

Alimentação saudável auxilia na cicatrização de ferimentos

Uma alimentação saudável e balanceada é importante para a saúde e bem-estar das pessoas. São os alimentos que fornecem todas as substâncias necessárias para o homem e para o funcionamento correto de todos os sistemas do corpo humano. Desta forma, a boa dieta se torna essencial para a sobrevivência e a saúde, sendo responsável, muitas vezes, pela cicatrização de ferimentos mais leves até casos específicos de recuperação pós-operatória.

Para garantir uma boa cicatrização em caso de ferimentos na pele, além de procurar ajuda de um especialista e utilizar a medicação adequada para auxiliar o processo de cicatrização, uma boa dieta com alimentos selecionados é fundamental para uma rápida recuperação do paciente. Há nutrientes que não podem faltar, como vitamina C, ômega-3, zinco e proteínas, e há alimentos que devem ser evitados, como aqueles industrializados ou contendo excesso de açúcar, gordura e sal, pois comprometem todo o processo.

Frutas como acerola, caju, goiaba, mamão, kiwi, morango, mexerica e laranja, nessa ordem, são as mais ricas em vitamina C, que auxilia na formação do colágeno, ajudando assim na renovação da pele. “As frutas são muito versáteis, podendo ser consumidas no café da manhã, durante as refeições ou como parte dos pequenos lanches”, comenta a nutricionista Ana Ceregatti. Pimentão cru (especialmente o amarelo), agrião, couve, brócolis e repolho, também ricos em vitamina C, devem ser ingeridos regularmente durante almoço e/ou jantar.

O processo de cicatrização também consome muita proteína, que pode ser encontrada nas leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico, fava, etc.), nas oleaginosas (castanha-de-caju, nozes, amêndoas, semente de abóbora, etc.) e nos cereais integrais. Esses alimentos também são boas fontes de zinco, um mineral fundamental para a renovação da pele. Carnes, ovos e laticínios, apesar de serem boas fontes proteicas, devem ter seu consumo moderado.

“Um nutriente importantíssimo nesse processo é o ômega-3, pela sua ação anti-inflamatória. Encontrado principalmente na linhaça, esse é um tipo de gordura que o organismo não consegue fabricar e que, por essa razão, precisa ser ingerido diariamente”, diz a nutricionista. Óleo de canola, oleaginosas e peixes de águas frias e profundas, como a sardinha, também são ótimas fontes de ômega-3.  Para que a cicatrização aconteça de forma rápida, saudável e perfeita, o paciente deve seguir as orientações do médico e adotar uma dieta balanceada, dando ênfase a todos esses nutrientes.

Tags

Artigos relacionados