ATUALModa & Beleza

Dicas para quem quer usar a unha Stiletto

Tendência nos anos 60 e 70, o formato stiletto se caracteriza por unhas compridas e pontudas, como se fossem uma garra, garantindo um estilo ousado e sensual. De acordo com a instrutora do curso de Manicure e Pedicure, do Instituto Embelleze, Cida Silva, da unidade de Taboão da Serra, o stiletto é ótimo para as mulheres que possuem dedos curtos e gordinhos. “Apesar de ser um estilo que cai bem em qualquer pessoa, o formato traz a sensação de mãos e dedos mais longos”, afirma.

Mas conseguir mantê-las sempre em boa aparência exige muito cuidado. Pensando nisso, a Cida preparou um guia com diversas dicas para quem deseja conquistar o stiletto perfeito e arrasar com as unhas do momento.

1) Unhas de Garra

Muitas mulheres que aderem ao stiletto utilizam unhas em gel ou acrílica, mas ele também pode ser feito nas unhas naturais. “Só é preciso muito cuidado na hora de cortá-la, pois a unha precisa ganhar um formato em V”, conta Cida.

Para não ter erro, a profissional indica cortar os cantos da unha em diagonal e, posteriormente, utilizar uma lixa banana para dar o acabamento. “A lixa banana é ideal para pegar os cantinhos da unha”, enfatiza. Outra dica é marcar o centro da unha com uma canetinha ou pingo de esmalte para saber até que ponto se deve lixá-la, sem que ela fique torta.

2) Esmalte, o melhor amigo do Stiletto

A unha stiletto combina com qualquer cor de esmalte, dos mais clarinhos aos mais chamativos. “Não importa a cor, desde que a unha esteja esmaltada. Esse tipo de unha é mais fácil de quebrar devido ao seu formato e o esmalte ajuda a fortalecê-la”, explica. Além do uso frequente de esmalte, outros cuidados precisam ser tomados para manter o stiletto intacto. Ela indica evitar forçar a ponta das unhas, as manter longes de produtos químicos, tomar cuidado ao abrir embalagens e sempre hidratá-las. “Outra coisa que dá força para as unhas é seguir uma alimentação equilibrada. O conjunto de todas as ações pode proporcionar um stiletto lindo e impecável”, indica.

3) Cuidados necessários

A profissional lista abaixo algumas tarefas que não combinam com a unha stiletto:

– Cuidar de bebê: Como as unhas são muito pontiagudas e a pele do bebê é muito sensível, elas podem machucar a criança;

– Estilo de trabalho: Quem trabalha muito com as mãos, como cozinheira, costureira ou alguém que digita o dia todo, pode sentir dificuldade devido ao comprimento da unha;

– Lente de contato: o pontiagudo da unha stiletto pode machucar ao colocar e retirar a lente de contato, por isso, não é um estilo adequado para quem está com as mãos sempre em contato com os olhos.

4) Stiletto para todo mundo

Para quem se encaixa nos perfis citados acima, mas deseja usar a unha stiletto, Cida traz a solução. “O stiletto pode ser usado de três maneiras: pontiagudo, arredondado e no estilo almond (amendoado). A segunda opção é ideal para quem não pode deixar a unha muito pontuda”, informa. Ao optar por este tipo de stiletto, basta lixar os cantos das unhas de forma arredondada, sem a necessidade de cortá-las. “Ela é um pouco mais simples de fazer e fica linda e charmosa do mesmo jeito”, finaliza.

Artigos relacionados