ATUALDestaqueSaúde

Cuidados com a higiene íntima feminina no verão

A médica ginecologista e obstetra Dra Ana Carolina Lúcio Pereira, de São José dos Campos-SP, conta porque durante o verão é preciso ter cuidado redobrado com a higiene íntima. “É no calor que a zona genital acaba ficando mais suscetível ao aparecimento de fungos e bactérias, por isso que alguns cuidados básicos ajudam a manter a saúde e evitar qualquer incomodo”.

Biquíni molhado
Na praia ou na piscina, é comum ficar com as peças molhadas por muito tempo. “Ficar o dia inteiro com o biquíni molhado pode ser um facilitador de várias doenças, como candidíase, bactérias que causam coceira e até mesmo infecção urinária”, alerta Dra Ana Carolina. A dica da médica é sempre deixar as peças secarem depois de entrar na água, ou levar na bolsa outro modelo ou uma calcinha de algodão para substituí-las.

Absorvente
O absorvente interno está liberado, desde que não permaneça mais de seis horas sem trocá-lo. Com relação aos absorventes externos, devem ser usados aqueles de cobertura suave, revestida em algodão, porque o modelo de cobertura seca é revestido com plástico, e tem a tendência de esquentar mais. “Para quem utiliza o coletor menstrual, são poucas as preocupações nessa época do ano: por ser de silicone cirúrgico, o copinho não dá alergias, não esquenta e pode ser trocado em até dez horas”.

Roupas leves
A região íntima precisa respirar, por isso, o ideal é evitar ao máximo usar roupas apertadas, coladas ou com tecidos grossos demais, como calças jeans. “Prefira as roupas feitas com 100% de algodão e abuse de saias e vestidos que favorecem a ventilação. E na hora de dormir, o ideal é ficar sem calcinha, para ventilar a área”, avisa a médica.

Limpeza 
Outra medida para evitar fungos e bactérias na região íntima é fazer a limpeza da maneira correta. A ginecologista avisa que os sabonetes e desodorantes íntimos não são produtos recomendados. “Na hora da limpeza vale dispensar qualquer produto e lavar somente com água corrente. No máximo, um sabonete neutro pode ajudar a tirar o excesso de sujeira”, explica.

Lavagem das peças
Dispensar amaciantes e alvejantes e usar apenas sabão neutro, de coco ou antialergênicos e muita água para enxaguar bem é a primeira dica. Além disso, a especialista avisa que nada de pendurar a calcinha ou o biquíni no box do banheiro. “Esse ambiente é perfeito para a multiplicação de fungos, então o ideal é evitar e deixar que sequem ao sol ou em local bem arejado”, finaliza.

Dra Ana Carolina Lúcio Pereira é graduada em Medicina e residência em Ginecologia e Obstetrícia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro em 2005. Título de especialista em Medicina do Tráfego pela Santa Casa de São Paulo com título pela FEBRASGO e ABRAMET.

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios