DestaqueGeralNovo HamburgoRSSão Leopoldo

Secretaria de Saúde recebe prefeitos dos municípios do Vale do Sinos

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, abriu diálogo nesta segunda-feira (28) com prefeitos ligados à Associação dos Municípios do Vale do Sinos (AMVRS). Na pauta foram tratados repasses de recursos estaduais, judicialização da saúde, serviços de urgência/emergência e alta complexidade, especialmente na área da oncologia.

Ao lado da secretária-adjunta, Aglaé Regina da Silva, Arita ouviu as reivindicações e observou que as dificuldades são as mesmas verificadas nas demais regiões do estado. “Não podemos desconsiderar a realidade, que é bastante preocupante. O diálogo vai pautar nossa gestão, mas com praticidade, construindo políticas efetivas que cheguem ao cidadão.”

“Se estamos com problemas na organização da rede de urgência/emergência na região macro metropolitana, temos de reunir a parte técnica para saber o que está acontecendo. É preciso conhecer a rede e ela deve estar muito bem desenhada”, salientou Aglaé.

A proposta de Arita é promover nos próximos dias um seminário para apresentar a rede projetada, ver como está funcionando e estabelecer possíveis novas pactuações. “A rede não pode funcionar só no papel. Nosso foco é o cidadão, que tem de ter acesso aos serviços.”

Os prefeitos apontaram as dificuldades crescentes com a falta de repasses estaduais para os municípios. A judicialização do acesso aos serviços também tem inviabilizado os municípios financeiramente. Bloqueio de verbas é uma prática que atrapalha não só a organização municipal, mas também estadual. Pedidos judiciais para acesso se tornaram tão comuns que já existem advogados especializados na questão.

Além disso, os gestores municipais reclamam da falta de organização da rede de serviços de urgência e emergência. “Nem os hospitais sabem quais são os municípios de referência”, disse o prefeito de Lindolfo Collor, William Winck. Já o prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi, destacou que a fila de espera para tratamento oncológico está em situação crítica. Com o diálogo estabelecido, a secretária apontou que as ações devem ter por objetivo a saúde com qualidade resolutiva, cada vez mais perto do usuário.

Quanto aos repasses de recursos estaduais, os prefeitos foram informados sobre os decretos do governo do Estado e de levantamentos da situação financeira em todas as áreas, sendo um decreto específico para a área da saúde. Participaram da reunião os prefeitos de Novo Hamburgo, São Leopoldo, Lindolfo Collor, Morro Reuter, Dois Irmãos, Presidente Lucena, Campo Bom e Ivoti.

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios