Novo HamburgoRS

Obras avançam no Centro de Novo Hamburgo

Trabalhos chegam à Rua Pedro Adams entre Lima e Silva e Joaquim Nabuco

O trecho da Avenida Pedro Adams entre as ruas Lima e Silva e Joaquim Nabuco começaram a receber na quinta-feira, 7, as obras de revitalização do Programa de Desenvolvimento Municipal Integrado (PDMI), executado pela Prefeitura e financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Segundo o Consórcio Encopav\Coesul, será possível manter o trânsito em uma via mesmo com a instalação das redes pluvial, cloacal, lógica e água. Porém, o estacionamento está proibido em todo o lado esquerdo de quem transita na via. A estimativa da empresa responsável pela obra é de que na primeira quinzena de maio a rua e as calçadas estejam liberadas.

Nesta semana, lojistas e a comunidade também podem acompanhar a colocação do binder (camada de ligação antes do asfalto) no trecho entre a Gomes Portinho e o Calçadão Osvaldo Cruz. Após essa etapa, deve-se iniciar a revitalização das calçadas em frente aos lojistas. Conforme o engenheiro responsável pela obra, Joe Jose de David, uma equipe deve passar nos próximos dias e informar aos lojistas sobre como funcionará essa etapa de obras, já que mesmo elas estando na porta das lojas, será garantido o acesso dos clientes.

Enquanto isso, no trecho da Pedro Adams entre o calçadão e a Lima e Silva as obras devem seguir normalmente e a estimativa é de duas a três semanas para a liberação do trânsito. No local onde será feita a rampa de passagem com a pedra rosa – que ligará o calçadão e a Praça do Imigrante – o consórcio informou que será passado o binder como nas outras ruas apenas para garantir o trânsito. A colocação da pedra rosa, que é um trabalho delicado de acabamento, poderá ser feita somente após a última camada de asfalto.

Calçadão recebe última etapa de redes subterrâneas

Quem passou pelo Calçadão Osvaldo Cruz nesta semana já pode notar que a parte esquerda de quem sobe está liberada aos pedestres e clientes das lojas. Já no lado direito, o local recebe agora as redes cloacal e de água. Conforme o consórcio responsável pela obra, Encopav\Coesul, até início de abril este trecho também deve estar concluído. “Trabalhamos sempre sem saber se haverá ou não imprevistos. Por esse motivo temos que ter uma margem no cronograma, mas hoje trabalhamos para o início de abril”, disse Joe de David.

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios