DestaqueSaúde

Nutricionistas falam de consumo de chocolate por crianças

Um dos símbolos emblemáticos da Semana Santa são os ovos de chocolate, favoritos das crianças durante o domingo de Páscoa. Por esse motivo, a equipe da Coordenação Técnica de Nutrição do Instituto Nacional da Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz), composta pelas nutricionistas Vivian Lima, Samira Fernandes, Jessica Val e Luísa Cunha, deu suas recomendações em relação ao consumo de ovos de Páscoa por crianças. Meu filho pode comer chocolate? Em qual quantidade? Qual o melhor chocolate? são dúvidas comuns que os pais têm quanto aos ovos de Páscoa, e que as especialistas em nutrição do IFF/Fiocruz esclarecem.

De acordo com o Guia Alimentar para Crianças menores de 2 anos, do Ministério da Saúde (MS), alimentos que contêm açúcar de adição, como os chocolates, não são recomendáveis como saudáveis na dieta de uma criança nessa faixa etária, e para as crianças acima dessa idade não há quantidade de açúcar estabelecida que elas possam ingerir por dia. Porém, sabe-se que após os dois anos este consumo deve ser moderado.

Publicidade

Uma das dicas para os pais nesta época é combinar com os familiares e amigos a quantidade de chocolate que a criança acima de dois anos ganhará, para que não ocorram exageros. Também estabelecer para o filho a quantidade de chocolate que será ingerida nesse dia, não deixando os ovos de Páscoa ao alcance dos pequenos. Opte por ovos que não tenham recheios, pois eles têm menos calorias que os outros. As profissionais da nutrição do IFF/Fiocruz também recomendam na hora da compra, olhar os rótulos nutricionais, comparar quais são os mais saudáveis para preferir os baixos em calorias e em açúcar, e aqueles que utilizem maior porcentagem de cacau em sua composição.

Para famílias com crianças que possuem alergias ou intolerâncias alimentares, a leitura do rótulo se torna ainda mais importante para que não ocorram erros no momento da compra. Nesses casos, de acordo com as restrições da criança, é possível optar por chocolates diet, de soja ou sem lactose, hoje, o mercado oferece essas alternativas. Quando não for possível encontrar essas opções, os familiares podem realizar preparações culinárias com os alimentos permitidos e favoritos das crianças, e fazer brincadeiras tipo “caça ao tesouro” utilizando como tema a Páscoa, sem envolver o chocolate ou brincando com os pequenos com ovos de plásticos, também disponíveis no mercado. Esta dica não vale somente para casos de alérgicos e/ou intolerantes, mas para todos que querem substituir o chocolate, nesta data festiva, ressalta a equipe de nutricionistas do Instituto.

Publicidade

É importante lembrar que na Páscoa as crianças não só terão como opção os chocolates. O café da manhã, almoço e jantar já somam opções deliciosas que oferecem um valor nutricional nesse dia. Por isso, também se sugere aos pais contemplar outras opções que possam distrair a atenção das crianças quanto ao consumo inadequado de chocolates, como são por exemplo, brincadeiras de desenhos para colorir, associados à imagem do coelho, não apenas limitá-los aos ovos de chocolate. A criatividade dos pais é importante, pois, há muitas coisas que também atraem a atenção dos filhos pequenos.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar