Serra Gaúcha

Prefeito Daniel Guerra acompanha aulas em Caxias do Sul

Chefe do Executivo conheceu estrutura e conversou com estudantes e professores da Atiliano Pinguelo no prédio do colégio Mutirão

O prefeito Daniel Guerra e o chefe de gabinete Chico Guerra estiveram nesta terça-feira (30/04) na sede do antigo colégio Mutirão, para onde foi transferida temporariamente a Escola Municipal Atiliano Pinguelo. O prédio foi locado pela prefeitura para abrigar os 142 estudantes, além de professores e funcionários, durante a reforma completa da escola. As aulas foram retomadas nesta segunda-feira (29/04), depois de terem sido interrompidas por problemas na estrutura, agravados por um temporal de granizo.

O chefe do Executivo esteve acompanhado ainda por Raquel Baldasso, diretora administrativa da Secretaria Municipal da Educação (Smed). Daniel Guerra iniciou a visita conversando com as crianças que brincavam no pátio. Elas relataram gostar muito da nova estrutura. “Disseram que até a comida melhorou, sendo que é a mesma. É o ambiente mais saudável que promove isso nos estudantes”, comentou o prefeito.

Daniel Guerra visita escola em Caxias do Sul 5 - Prefeito Daniel Guerra acompanha aulas em Caxias do Sul

Ele conheceu as salas de aulas, banheiros, refeitório, pátios internos e externos, biblioteca, além de quadra coberta e sala dos professores. O chefe do Executivo pediu aos educadores sua opinião sobre o local temporário e anunciou novamente a reforma total da Atiliano Pinguelo. “Ela vai ficar no padrão que os estudantes, os professores, a cidade merece. O sentimento de pertencimento a essa comunidade escolar é muito forte e importante. Elencamos as demandas mais urgentes e a escola de vocês se tornou nossa prioridade. Queremos resolver por completo, de forma que a verba da autonomia financeira possa realmente servir para a escola, por não serem necessários maiores investimentos. O recurso está garantindo e está na ordem de R$ 1 milhão”, reforçou o prefeito.

Daniel Guerra visita escola em Caxias do Sul 1 - Prefeito Daniel Guerra acompanha aulas em Caxias do Sul

A vice-diretora da tarde, Iorlanda Velho Modena, também comentou as melhorias trazidas pela troca de ambiente. “Muitas dessas crianças não tinham a prática de sair do bairro. Então, para eles, andar de ônibus, ver outra parte da cidade, ter acesso a uma vista diferente, é algo muito diferente e faz parte do processo de aprendizagem”, destacou.

Apesar de o espaço estar em perímetro urbano, a Smed está disponibilizando transporte escolar para todos os 142 estudantes, devido ao prédio estar localizado fora do zoneamento das crianças. As aulas perdidas serão devidamente recuperadas a fim de completar os 200 dias letivos previstos no calendário escolar.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios