Porto Alegre

Pacto Alegre: projetos para o macrodesafio Transformação Urbana

As iniciativas surgiram durante reunião de ideação nesta sexta-feira, 17/5

A manhã desta sexta-feira, 17/5, foi de muito trabalho e criatividade durante a quarta oficina de ideação de projetos do Pacto Alegre, no Campus Unisinos. O evento teve como foco a identificação de iniciativas que impactem a cidade no macrodesafio Transformação Urbana e reuniu mais de 60 representantes de entidades que compõem a mesa do Pacto Alegre e se propuseram a participar da geração de iniciativas associadas a esse macrodesafio. O Pacto é resultado de uma parceria entre PMPA e Aliança para Inovação, que envolve UFRGS, PUCRS e Unisinos.

“O que a gente viu hoje é um pouco do que Porto Alegre precisa para ser um ecossistema de referência. Propostas de transformação da cidade que serão levadas para mesa. Foi uma manhã muito produtividade, a gente sai daqui estimulado por tudo que estamos construindo de forma coletiva. O Pacto que nós somos é um coletivo interessado e que pensa o melhor para nossa cidade”, afirmou o coordenador do Pacto, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho.

Durante a atividade, os participantes apresentaram 12 sugestões de projetos. As três iniciativas que receberam maior apoio coletivo foram:

Handson 4D, projeto de urbanismo que propõe a realização de serviços básicos em 4 ruas do 4 Distrito;

Pintando POA, que apesentou a ideia de pintar e remodelar avenidas de Porto Alegre, resultando em um impacto visual positivo da cidade para moradores e visitantes;

Conecta POA, uma plataforma para engajar as pessoas a apresentarem suas demandas buscando a solução de problemas, a ideia é de comunidade integrada e protagonista;

Cultura Cidadã, propõe a realização de workshops e palestras agindo na melhora da cultura cidadã da cidade, resultando em redução de custos imediatos, humanização e inclusão.

A escolha dos projetos aconteceu por meio de uma metodologia que estimulou a interatividade entre os participantes e oportunizou a discussão de possíveis iniciativas para o macrodesafio Transformação Urbana, que tem como foco desenvolver ambientes inteligentes e criativos para viver e trabalhar em Porto Alegre.

As sugestões dos participantes levaram em consideração os requisitos da metodologia construída pela equipe de coordenação do Pacto em parceria com o consultor espanhol Josep Piqué. As propostas de projetos submetidas à MESA do Pacto Alegre precisam ter um impacto potencial, possibilidade de execução imediata e capacidade de gerar entregas de curto prazo.

“É uma metodologia rápida e que está conseguindo ter êxito com todos. O grande desafio para quem participa é ser bem objetivo no seu comentário com propostas que gerem impactos para a cidade”, explicou o coordenador técnico do Pacto Alegre, Luis Humberto Villwock.

Os projetos escolhidos hoje se somam aos definidos nas rodadas anteriores dos macrodesafios e serão levados para a mesa do Pacto Alegre, em reunião que ocorrerá no dia 31/5. Antes disso, acontece a última reunião de ideação que abordará o macrodesafio Qualidade de Vida, dia 24/5, no Campus Unisinos Porto Alegre.

Metodologia adotada

De maneira dinâmica, os representantes da MESA do Pacto Alegre foram estimulados a refletirem sobre o que acreditavam ser relevante para transformação da cidade. Após esse momento, receberam as indicações de como os projetos precisavam ser apontados, como: impacto, recursos e entregas em curto prazo.

Na sequência, foram divididos em dois grupos: uma parte ficou em uma roda interna respondendo e debatendo sobre três perguntas relacionadas ao tema Transformação Urbana e os outros participantes em uma roda externa atuando como observadores. Após essa rodada, os papéis foram invertidos.

Posteriormente, os participantes foram divididos em quatro times, sendo que cada grupo possuía um painel. Nele, foram inseridas as suas ideias que resultaram em 12 sugestões de projetos. Ao final, os representantes elegeram quatro ideias como sendo prioritárias.

Data da próxima reunião dos macrodesafios

24/5 – Qualidade de Vida

Sobre o Pacto Alegre

O Pacto Alegre é uma proposta de movimento de articulação e eficiência na realização de projetos transformadores e com amplo impacto para a cidade. O objetivo é criar condições para que a cidade se transforme em um polo de inovação, atração de investimentos e empreendedorismo. O movimento prevê o compartilhamento de recursos e parcerias com o poder público e a iniciativa privada. A ideia é unir forças da cidade, de todos os segmentos, em prol de uma agenda comum. A iniciativa tem a coordenação da Aliança para Inovação (constituída por UFRGS, PUCRS e Unisinos) e da Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios