RSSão Leopoldo
Tendência

Cascavel é capturada em bairro de São Leopoldo

Grupamento de Defesa Ambiental capturou o réptil no bairro Feitoria

Foto: Divulgação/Scom/PMSL

Na quarta-feira, 29 de maio, o Grupamento de Defesa Ambiental (GDA), da Secretaria Pública e Defesa Comunitária (Semusp) foi acionado para resgatar uma cobra Cascavel no Reservatório da Estação de Tratamentos de Esgotos (ETE), no bairro Feitoria.

A Cascavel é uma cobra peçonhenta (venenosa), estas serpentes possuem veneno que atua no sistema nervoso e faz com que a vítima tenha dificuldade de locomoção. O animal foi encaminhado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais e Renováveis (Ibama).
O inspetor responsável do GDA, Nilton César de Oliveira, alerta que não se deve atacar os animais, o veneno dos mesmos pode causar delírios. E deu algumas dicas do que fazer caso a população encontre este tipo de animal:
• Resista ao impulso de atacar o animal, pois o mesmo só oferece risco se sentir ameaçado;
• Afaste crianças e animais do local;
• Chame pessoal especializado e capacitado para o resgate;
• Caso for picado peça ajuda e dirija-se ao hospital;
Capacitação

Publicidade

Oito agentes do GDA participaram de uma capacitação promovida em parceria com a Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul sobre captura e manejo de animais silvestres. O foco da instrução envolveu a lida com serpentes, onde os participantes conheceram instrumentos e técnicas necessárias para a contenção dos bichos.

Publicidade
Botão Voltar ao topo
Fechar