DestaqueSão Leopoldo

Aula às margens do Rio dos Sinos em São Leopoldo

Em São Leopoldo, estudantes do 6º e 7º anos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Castro Alves tiveram uma aula diferente nesta quarta-feira (5). Na data em que se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, a experiência dos adolescentes sobre o tema foi às margens do Rio dos Sinos. Eles começaram as atividades na Casa de Bombas da Rodoviária – uma das cinco estruturas que compõem o Sistema de Proteção contra Cheias do município-, seguiram pela Praça do Imigrante e partiram para a Rua da Praia. Além de conhecerem como funciona o sistema, acompanharam o caminho do dique e ouviram sobre a história da cidade e da imigração alemã. O diretor-adjunto da Diretoria de Manutenção de Esgotos do Serviço Municipal de Água e Esgotos (Semae), Jorge Koch, falou que o lixo é o maior problema para as casas de bombas. “O descarte de lixo em local inadequado tem reflexo aqui, tem reflexo na região onde vivem e na vida de vocês. O lixo que chega às casas de bombas causam problemas e geram custos altos para limpeza e manutenção”, destacou. “Tem muita gente que compra o chiclete e joga o papel no chão, que acaba indo para o bueiro. Devemos jogar o lixo no devido lugar!”, disse Ana Carolina, do 7º ano.

Os estudantes participaram da atividade pela primeira vez e estavam curiosos. Em cada parada fizeram seus questionamentos. Entre eles o estudante do 6º ano Daniel, que achou a ação muito boa. “Gostaria que outras pessoas também soubessem como é feita a limpeza da casa de bombas. O lixo é muito ruim para o rio”, afirmou. “É de extrema importância sair da sala de aula para vivenciarem na prática o que estão aprendendo na escola, ouvindo outras pessoas”, afirmou o professor Nilton Brião que acompanhou as turmas junto com a professora Priscila Azeredo. A visita foi guiada pelo diretor do Centro Roessler e Museu do Rio, Daniel Sauer, e pela chefe do Departamento de Monitoramento Socioambiental, Scarlatt Napp.

Publicidade

Programação quinta-feira- 06/06

  • Caravana Ambiental: 40 Anos do Comdema
  • Sub-bacia: Arroio Kruse
  • 9h- “De olho no olho d’água” – Visita à nascente do arroio Kruse
  • 13h30- Limpeza e coleta de resíduos, plantio de árvores com alunos e comunidade na área do Projeto PAC Kruse
  • 16h30- Roda de conversa com a comunidade na Escola Municipal de Ensino Fundamental Salgado Filho
  • Local: EMEF Salgado Filho- r. Bom Jesus, 60 – Santo André

Publicidade
Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar