DestaqueRegião MetropolitanaRS

Feira Orgânica de Viamão comemorou dois anos

A Feira Orgânica de Viamão comemorou dois anos na quinta-feira (13), com uma programação especial. Ao longo do dia, extensionistas do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, em conjunto com a Secretaria Municipal da Agricultura (Seagri), repassaram orientações e práticas de compostagem e preparo do solo para hortas urbanas e aproveitamento integral de alimentos, com degustação de alimentos preparados de Plantas Alimentícias Não Convencionais (Pancs), como patê de Ora Pro Nobis.

Uma exposição fotográfica das várias etapas feira e das produções in loco dos feirantes despertou o interesse do público que circulava na Praça Central. O evento também teve a presença do professor Claudio Fiorese, do Instituto Federal do RS (IFRS/Campus Viamão), apoiador do projeto da feira orgânica, com a demonstração do relógio biológico humano e de plantas medicinais. O prefeito André Pacheco, ao visitar a feira, recebeu uma cesta de alimentos dos feirantes, gesto simbólico em agradecimento ao apoio do poder público para a concretização do espaço.

Publicidade

Às 15h teve início a solenidade de comemoração, com a presença do vice-prefeito, Valdir Jorge Elias, e de diversas autoridades locais, como vereadores, representantes das cooperativas da agricultura familiar Comcavi e Coperavi, sindicatos, trabalhadores de órgãos públicos e clientes.

Para o engenheiro agrônomo Gladimir Ramos de Souza, chefe do escritório local da Emater/RS-Ascar, a feira orgânica é uma grande conquista para o município de Viamão. “Para os agricultores é de suma importância, na medida em que gera renda e estimula a produção de alimentos mais saudáveis, mas também ganha a comunidade urbana, que tem a oportunidade de consumir alimentos saudáveis”, ressalta.

Para Alexandre Schmidt e Maristela Ebert, técnicos da Emater/RS-Ascar, as oficinas que estimulam o preparo de alimentos mais saudáveis fazem parte das ações demandadas pelos feirantes, valorizando a diversidade da agricultura familiar. O evento também contou com a presença de famílias Guarani da Aldeia do Canta Galo, que expuseram e comercializaram o artesanato e participaram do almoço coletivo organizado pelos feirantes.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar