Saúde

PROTESTE testou marcas de grãos integrais

A PROTESTE, Associação de Consumidores, realizou hoje (30) um teste com grãos integrais com o objetivo de verificar se elas estão próprias para o consumo.No teste, a PROTESTE avaliou se os grãos estavam livres de corpos estranhos, como ácaros, pelos de roedor e insetos.

Vale destacar que, para a realização dessa análise, foi levado em conta a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa, RDC n° 14), que estabelece os requisitos mínimos para a constatação de matérias estranhas visíveis (macroscópicas) ou não visíveis (microscópicas) a olho nu em alimentos e bebidas, assim como seus limites de tolerância.

Publicidade

Produtos de acordo com a lei
De acordo com os resultados, todas as amostras analisadas estão de acordo com a lei, ou seja, livres de corpos estranhos, como ácaros, pelo de roedor e insetos. Cabe ressaltar ainda que os resultados do teste retratam uma fotografia do momento. Portanto, eles refletem o cenário apenas no período em que as análises foram conduzidas e para as amostras utilizadas.

Diante desses resultados positivos, vale conhecer melhor os benefícios que esses grãos podem trazer à saúde, quando incluídos na alimentação do consumidor. A linhaça, por exemplo, é uma semente oleaginosa, encontrada no mercado sob as formas de semente de linhaça dourada e semente de linhaça marrom. Os dois tipos são ricos em nutrientes valiosos, como ácidos graxos ômega-3, fibras e lignanas.

Essa semente possui efeito relevante na prevenção de vários fatores de risco cardiometabólicos, demonstrando ter efeito redutor do colesterol. No entanto, o consumo da linhaça não afeta significativamente o colesterol HDL (bom colesterol) e triglicerídeos. Entre outros benefícios relacionados à dieta com linhaça estão o possível efeito protetor contra o câncer, osteoporose, alívio de sintomas da menopausa, redução dos níveis de açúcar no sangue e o prolongamento da sensação de saciedade, que pode retardar a fome e, com isso, contribuir com a dieta para a perda de peso.

Publicidade

A chia também é uma fonte natural de ácidos graxos ômega-3, fibras e proteínas (reunindo os aminoácidos essenciais, que são aqueles que o nosso organismo não produz). Possui um baixo índice glicêmico e contém uma concentração significativa de antioxidantes. A semente de chia tem um grande potencial dentro da indústria alimentícia, visto que sua oxidação é mínima, comparada com outras fontes de ômega-3 como a linhaça, que apresenta uma decomposição rápida devido à ausência de antioxidantes. Vale saber que a oxidação afeta não só a qualidade dos alimentos como também a sua saúde. Não é à toa que a adição de chia na dieta está relacionada à prevenção do envelhecimento precoce.

ave 623x468 - PROTESTE testou marcas de grãos integrais
Já a aveia é composta por proteínas, ferro, silício, magnésio, fósforo, zinco, manganês, vitamina B1 e vitamina B5. Além disso, ela traz importantes fibras solúveis. A betaglucana, por exemplo, ao entrar em contato com líquidos, forma um gel capaz de retardar a digestão, gerando saciedade e melhorando o funcionamento do intestino. Para completar, ainda reduz os níveis de colesterol total e LDL (colesterol ruim) e diminui o açúcar no sangue. Você pode encontrar maior concentração dessa fibra no farelo de aveia, seguido da aveia em flocos e da farinha de aveia.

Os nutrientes desse cereal trazem ainda bem-estar, combatendo até a tristeza e a depressão, por conter triptofano (percursor da síntese da serotonina). A presença de manganês, silício e proteínas, por outro lado, auxiliam na formação do colágeno, mantendo a estrutura da pele, do cabelo e das unhas.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios