DestaquePorto Alegre

Rafiki e Fourteen entram em cartaz na Cinemateca em Porto Alegre

Entram em cartaz hoje (8), na Cinemateca Capitólio Petrobras, em Porto Alegre (rua Demétrio Ribeiro, 1085), os longas-metragens Rafiki, de Wanuri Kahiu, e Fourteen, de Dan Sallitt. O valor do ingresso é R$ 16, com meia entrada para estudantes e idosos. A mostra 4x Clouzot segue em exibição até o dia 14. O valor do ingresso é R$ 10, com meia entrada para estudantes e idosos.

No sábado, 10, às 14h, ocorre uma sessão acessível gratuita de Ponto Zero, longa-metragem de José Pedro Goulart. A exibição integra o projeto Cinemateca Capitólio Petrobras, programação especial 2019 aprovada na Lei Rouanet/Governo Federal, realizada pela Fundação Cinema RS (Fundacine), com patrocínio master da Petrobras.

Publicidade

Filmes

Fourteen – 94 min., 2019, EUA, Direção: Dan Sallitt – Distribuição: Zeta Filmes
Mara (Tallie Medel) e Jo (Norma Kuhling) são as melhores amigas desde o ensino médio, quando tinham 14 anos. Jo é a mais extrovertida, é assistente social, vive uma série de relacionamentos breves, sempre intensos. Mara tem uma personalidade mais reservada, é professora assistente, tenta uma vaga no ensino fundamental, e escreve ficção em seu tempo livre. Sua vida romântica é dos pequenos casos, até conhecer Adam. Jo apresenta uma certa instabilidade emocional cada vez mais preocupante que afeta seu trabalho e sua vida pessoal. Ao longo de mais de uma década, Mara às vezes tenta ajudar, às vezes recua para se preservar, mas nunca deixa para trás sua poderosa conexão afetiva com Jo.

Rafiki – Quênia/África do Sul/França, 2018, 82 minutos, Direção: Wanuri Kahiu
Distribuição: Olhar
Rafiki (que significa “amigos”) é uma história de amor entre duas jovens mulheres em um país que ainda criminaliza a homossexualidade. Kena e Ziki há muito tempo ouvem dizer que “boas meninas quenianas se tornam boas esposas quenianas” – mas elas anseiam por algo mais. Apesar da rivalidade política entre suas famílias, as meninas encorajam uma a outra a perseguir seus sonhos em uma sociedade conservadora. Quando o amor floresce entre elas, Kena e Ziki devem escolher entre felicidade e segurança.

Publicidade

Ponto Zero – Brasil, 2015, 96 minutos, Direção: José Pedro Goulart
Ao tentar escapar de uma claustrofóbica teia familiar, Ênio, um menino de 14 anos, desafia uma noite tempestuosa que o levará a um choque brutal com o destino.

Sessões e horários de 8 a 14 de agosto

Quinta-feira, 8
18h30 – Fourteen
20h15 – Rafiki

Sexta-feira, 9
14h – O Mistério de Picasso
15h30 – O Escândalo Clouzot
17h – Rafiki
18h30 – Fourteen
20h – Projeto Raros: O Par Perfeito, de Rose Troche

Sábado, 10
14h – Sessão Acessível: Ponto Zero
16h – As Diabólicas
18h30 – Fourteen
20h15 – Rafiki

Domingo, 11
14h – O Assassino Mora no 21
16h – O Salário do Medo
18h30 – Fourteen
20h15 – Rafiki

Terça-feira, 13
14h – As Diabólicas
16h – O Mistério de Picasso
18h30 – Fourteen
20h15 – Rafiki

Quarta-feira, 14
14h – O Salário do Medo
16h30 – Fourteen
18h – Rafiki
19h30 – Xico Stockinger

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar