DestaqueNovo Hamburgo

Centro Pop de Novo Hamburgo recebe CadÚnico nesta terça-feira

Dentro de sua agenda itinerante, o Cadastro Único (CadÚnico) se programou para sua atividade no Centro Pop de Novo Hamburgo nesta terça-feira (10). No Centro de Referência Especializado de Assistência Social para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop), a ação ocorre entre as 9h30 e o meio-dia, com direito a bate-papo com os usuários dos serviços sobre a importância de se inscrever e manter atualizados os dados registrados no CadÚnico, além de informações sobre os programas sociais do governo federal. Com sua sede própria, o espaço vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) está localizado na Avenida Nicolau Becker, 989, no Centro.

Vale lembrar que manter o cadastro em dia no sistema é importante, pois o governo utiliza essa base de dados para conhecer melhor as necessidades dos cidadãos de baixa renda e oferecer benefícios e serviços públicos que contribuem para a melhoria da qualidade de vida de quem se encontra em situação de vulnerabilidade social.

Publicidade

O Cadastro Único identifica quem são e como vivem as pessoas e famílias brasileiras de baixa renda. No caso da população em situação de rua, o Cadastro Único é importante, pois contribui para que o governo desenvolva politicas públicas voltadas especialmente para atender suas necessidades. Além disso, permite o acesso a diversos programas sociais.

Para se cadastrar é necessário ser maior de 16 anos e informar CPF ou título de eleitor. Caso não tenha nenhum destes documentos, no posto de cadastramento a pessoa será orientada sobre como adquiri-los. Lembre-se: toda pessoa tem direito a tirar sua documentação.

Programas sociais que beneficiam pessoas cadastradas no Cadastro Único:
• Programa Bolsa Família (PBF): programa de transferência de renda para famílias pobres e extremamente pobres, que assumem compromissos na área de educação, saúde e assistência social. Para saber mais, procure o CRAS.
• Carteira do Idoso: voltado para as pessoas com 60 anos ou mais, que tenham renda individual de até dois salários mínimos. A carteira dá direito à gratuidade ou descontos nas passagens para viagens interestaduais de ônibus e trem. Para saber mais, procure o CRAS.
• Aposentadoria facultativa para pessoa de baixa renda: pessoas sem renda própria, que fazem parte de famílias com renda mensal de até dois salários mínimos, podem contribuir para a Previdência Social com 5% do salário mínimo, para obter aposentadoria e outros benefícios previdenciários, como o auxílio doença. Para mais informações, procure uma agência do INSS mais próxima.
• Programa Minha Casa, Minha Vida – Faixa 1: o programa reduz a prestação da casa própria para as famílias de baixa renda que estão no Cadastro Único. Para saber mais, procure a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), na Casa da Cidadania, situada no segundo andar da Rua David Canabarro, 20, no Centro de Novo Hamburgo.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar