DestaqueSerra GaúchaVariedades

Sinfônica de Gramado, da UCS e coro da Ospa encantam público

Em noite em que o horário foi respeitado, a sonorização esteve à altura do espetáculo e o público compareceu na medida da capacidade da Sociedade Recreio Gramadense, a Orquestra Sinfônica de Gramado, a Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e o Coro Sinfônico da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) apresentaram a 9º Sinfonia de Beethoven.

Conforme o previsto, a partir das19h30 e durante cerca de uma hora e meia, o espetáculo sob regência do maestro Manfredo Schmiedt cativou a audiência composta por convidados e autoridades (como o prefeito Fedoca Bertolucci e o secretário da Cultura, Allan John Lino) e o público que teve acesso livre e conforto nas dependências da Recreio Gramadense.

Publicidade

NONA SINFONIA

Segundo pesquisa do diretor artístico, maestro e spalla (primeiro violino de uma orquestra) João Antonio Borba, a 9ª Sinfonia estreou em 1824 no Kärntnertortheater, em Viena, na Áustria. O regente, conforme Borba, foi Michael Umlauf, diretor musical do teatro – Beethoven, pelo estágio avançado de surdez, não regeu, mas teve lugar especial no palco, ao lado do maestro.

Ainda de acordo com a pesquisa, a 9ª Sinfonia tem um papel cultural importante no mundo atual, em especial a música do último movimento, chamado informalmente de “Ode à Alegria”, que foi rearranjada por Herbert von Karajam para se tornar o Hino da União Europeia.

BEETHOVEN

Publicidade

Ludwig van Beethoven nasceu na Alemanha, em 1770, e morreu na Áustria, em 1827. Durante a carreira, escreveu ao redor de 400 peças.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar