DestaqueSaúde

Diabetes: atenção à glicemia nas ceia de fim de ano

A Sociedade Brasileira de Diabetes alerta para que pessoas com diabetes atentem a alguns cuidados durante as confraternizações de fim de ano para evitar alterações glicêmicas, episódios de mal estar ou ainda a potencialização de outras doenças decorrentes ou relacionadas ao diabetes.

Especialistas do Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes explicam que, mantidos os devidos acompanhamento e controle dos níveis de glicemia, não há a necessidade de se abster de nenhum prato. Somente não se recomenda a ingestão de bebidas açucaradas. “O importante é não descuidar da contagem de carboidratos. Arroz, passas, panetones, frutas, pães, salpicão e farofas, normalmente presentes na mesa, possuem carboidratos e podem ser ingeridos, sim, mas contabilizados para ajustes das quantidades conforme metas ou que a dose de insulina seja ajustada proporcionalmente à porção ingerida”, explica a nutricionista Sabrina Soares de Santana Sousa.

Publicidade

Ela destaca que a contagem de carboidratos e mensuração de insulina deve considerar também o tempo que cada alimento ou substância leva para impactar os índices glicêmicos. “Alimentos ricos em proteínas e gorduras – como chester, peru, carne de porco, queijos e outros – devem ser avaliados se a quantidade ingerida excede o habitual e, possivelmente, tenha interferência na glicemia horas após a ceia”.

Bebidas alcoólicas exigem observação ainda mais rigorosa visto que as versões açucaradas (cidras, vinhos doces etc) exercem efeito imediato de elevação da glicemia. Contudo, o álcool, de modo geral, tende a provocar queda nos índices glicêmicos horas após sua ingestão. “Caso ocorra consumo de bebida alcoólica, a orientação é não dormir com a glicemia muito perto do limite mínimo do seu alvo. Indica-se, nesse caso, comer algum carboidrato antes de dormir. Lembrando que a recomendação é de dois equivalentes alcoólicos para homens e um para mulheres”.

Publicidade

Por exemplo, uma taça de vinho, uma lata de cerveja, uma dose de uísque etc. Sucos e refrigerantes normais devem ser avaliados quanto à quantidade de carboidrato que possuem, pois elevam muito a glicemia logo após sua ingestão. É bom evitá-los. Alguns sucos com menor teor de carboidrato são os de maracujá, limão, caju, acerola. O segredo do bom controle em situações especiais de festas é a tomada de condutas certas no momento adequado.

Quantidade de carboidratos de alguns alimentos comuns na ceia de Natal:
Arroz – 1 Colher de Sopa = 5g de CHO
Farofa – 1 Colher de Sopa = 12g de CHO
Peru de Natal – 1 fatia = 0g de CHO
Lombo – 1 fatia = 0g de CHO
Panetone – 1 fatia de 60g = 30g de CHO
Passas – 1 Colher de sopa rasa = 10g de CHO
Castanha de caju – 1 unidade = 1g de CHO

Casa News
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar