DestaquePorto Alegre

Porto Alegre interdita duas igrejas no Centro Histórico

Risco iminente à saúde coletiva, com a realização de cultos, motivou a ação

Os templos das Igrejas Universal e Internacional da Graça de Deus, localizadas na avenida Julio de Castilhos, no Centro Histórico, foram interditadas na manhã deste sábado, 21, por risco iminente à saúde coletiva. O fechamento de espaços como igrejas, museus, bibliotecas, entre outras atividades, está previsto no Decreto 20.523. Os eventos religiosos estão proibidos desde a terça-feira, 17.

As medidas servem para evitar a aglomeração de pessoas e a disseminação do coronavírus entre a população. Na noite de sexta-feira, 20, um vídeo flagrou fiéis saindo da Igreja Universal pela porta dos fundos após um culto.

“Não podemos admitir que nenhuma instituição ou estabelecimento quebre os protocolos neste momento de emergência e enfrentamento do coronavírus. Todo espaço com grande concentração de público deve fechar imediatamente para a saúde e segurança de todos”, alertou o Diretor de Fiscalização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), Denis Carvalho.

Igrejas descumpriram decretos da prefeitura para evitar aglomeração de pessoas

Os agentes do órgão adesivaram todas portas dos templos e seguirão atuando para garantir o cumprimento do decreto. A operação contou com o apoio da Guarda Municipal. “Nossas ações visam à manutenção da saúde de todos. Pedimos a compreensão das igrejas neste momento, para que preservem a vida de seus fiéis, independente de religião”, destaca Carvalho.

Denúncias – Casos de locais abertos podem ser denunciados pelo telefone 156 ou pelo portal de Atendimento ao Cidadão. Os espaços serão verificados conforme o porte e capacidade de lotação, em ordem decrescente, de modo que seja possível suspender as atividades naqueles estabelecimentos que atraem o maior número de pessoas.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar