DestaqueSerra Gaúcha

Assistência Social de Gramado recomenda contato inicial por telefone

Secretaria de Cidadania faz cadastros no município

O fim de semana tem sido de bastante trabalho na Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social de Gramado. As atividades envolveram, além do Cadastro Único do Governo Federal, o atendimento de famílias que buscaram acesso ao benefício emergencial de cesta básicas. Estas e outras ações de enfrentamento ao coronavírus têm a participação e iniciativa do prefeito Fedoca Bertolucci que está sensível e preocupado com problemas sociais. Em conjunto com o Gabinete de Crise, definiu como prioridade dar assistência às famílias mais necessitadas, incentivando ações como compra de alimentos e apoio a campanhas locais como o #QuaretenaSemFome.

Publicidade

O secretário adjunto, Ricardo Cazanova, solicita que as famílias priorizem o atendimento por telefone e aquelas que exijam atendimento presencial se dirijam sozinhas aos locais (CRAS da Várzea e do Piratini). “Pedimos que não venha mais de uma pessoa por família, para evitar aglomeração. Isso ajuda na prevenção ao coronavírus”, afirma Cazanova. Têm sido distribuídas senhas para facilitar o serviço.

O atendimento é limitado ao espaço e aos recursos humanos disponíveis, afirma Cazanova. O horário de atendimento presencial, no CRAS Piratini é das 13 às 17 horas nas segundas, terças quartas e sábados. Já o horário de atendimento no CRAS Várzea Grande é das 8 às 12 horas, nas quintas e sextas-feiras.

O horário de atendimento por telefone é das 13 às 19 horas, de segunda a sábado, pelo número (54) 3286-4349.

Aos domingos o trabalho corresponde à organização interna do trabalho e à entrega das cestas básicas diretamente nas casas dos beneficiados em situação de risco social alimentar.

Cestas básicas

As cestas básicas foram compradas pela Prefeitura de Gramado, pelos integrantes da campanha #QuarentenaSemFome e pela comunidade que vem aderindo à campanha. Os gêneros alimentícios e de higiene e limpeza integram o Banco de Alimentos Gramadense o que é gerenciado pela Defesa Civil do município a qual também é responsável pela organização da entrega do benefício nas casas das famílias atendidas e selecionadas pela Secretaria da Cidadania e Assistência Social. Além da participação das demais Secretarias do município, a entrega dos alimentos conta com o apoio da Defesa Civil, Brigada Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros Militar de Gramado.

Auxílio emergencial

Quem não conseguiu ingressar no Cadastro Único até 20 de março e deseja se candidatar ao auxílio emergencial de R$ 600,00 do governo federal, poderá fazê-lo a partir de terça-feira, dia 7, exclusivamente através da internet, por meio de um aplicativo ou da página que será divulgada oportunamente pelo Ministério da Cidadania. Este recurso digital servirá para identificar os trabalhadores informais, os microempreendedores individuais (MEI) e os contribuintes individuais do INSS que se enquadram na lei e terão direito ao pagamento emergencial durante três meses.

Segundo o Ministério da Cidadania, os que recebem o Bolsa Família e os que foram incluídos no Cadastro Único até 20 de março desse ano, são prioritários e começarão a receber o benefício a partir do dia 16 de abril, sendo que para o Bolsa Família não será cumulativo, pois o beneficiado receberá aquele valor que for maior (o valor normal do Bolsa Família ou o Auxílio Emergencial). O benefício foi disponibilizado para garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação mais vulnerável durante a pandemia do Covid-19 (novo coronavírus) e pode ser concedido a no máximo dois integrantes de cada família.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.