Região Metropolitana

Milhares de docentes da rede municipal de ensino recebem formação à distância

Secretaria Municipal da Educação (SME) realizou a transmissão do primeiro módulo da formação continuada via internet

Com o objetivo de reduzir o impacto do fechamento das escolas municipais de Educação Infantil (EMEIs) e de Ensino Fundamental (EMEFs) no desenvolvimento dos estudantes, a Secretaria da Educação (SME) transmitiu, na última segunda-feira (18), o primeiro módulo da formação continuada aos professores de Canoas via internet. O debate, intitulado “A criatividade e a experiência no cotidiano: possibilidades de aprendizagens em diferentes tempos e espaços”, permitiu a troca de experiências sobre a viabilidade do estudo remoto e o estreitamento da relação com as famílias durante o isolamento social. O vídeo passou das 1.720 visualizações em menos de duas horas de sua publicação.

Publicidade

Dentre as participantes, estavam duas convidadas da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FACED/UFGRS), as professoras e doutoras Renata Sperrhake e Marília Forgearini Nunes. Suas apresentações foram embasadas nas estratégias colaborativas adotadas no município em meio à pandemia do novo coronavírus e mostraram que a pedagogia, em sua forma mais lúdica, deve ser o oposto do isolamento. “A educação é composta por ferramentas baseadas no encontro entre educadores e alunos em um ambiente escolar, que transforma esse vínculo em um fato único e intransferível”, afirmou Sperrhake.

O método remoto de ensino, no entanto, não se restringe às aprendizagens escolares, mas também aproveita situações do espaço doméstico para aprender diferentes práticas sociais e culturais. “Precisamos procurar novos meios de interagir com os alunos, saber como as crianças estão se sentindo, investigar o que elas estão consumindo quanto material e auxiliá-las a diversificar esse repertório”, recomendou Nunes. Outras dicas passadas às professoras da rede municipal foram o uso de uma linguagem acessível ao público infantil através de áudios e vídeos e a rotina de comunicação com as famílias, a fim de que estas acompanhem as atividades enviadas.

A professora da EMEF Monteiro Lobato, Katielle Félix de Oliveira, trouxe à conversa uma preocupação da atual gestão sobre os alunos que não possuem acesso à internet ou famílias alfabetizadas digitalmente. A suspensão das aulas ampliou um processo de exclusão que também ocorria dentro das escolas com famílias menos participativas. “Estamos comprometidas para que nosso conteúdo chegue ao maior número de canoenses. As escolas estão fazendo listas e enviando atividades impressas, brincadeiras e jogos aos lares com dificuldade de acesso às plataformas”, explicou.

Durante a exibição do primeiro módulo, não faltaram elogios à iniciativa da SME. A professora Camila Coitinho publicou: “Muito boa a reflexão que acaba traduzindo as inquietações que temos. Reinventar-se neste momento se torna indispensável”. A educadora Ana Cristina Marques digitou: “É uma experiência totalmente diferente, mas muito possível, cheia de novos significados e experiências”. Já para a docente Patricia Almeida, “neste momento tão desafiador, ser subversivo e criar possibilidades diferenciadas é libertador”.

O canal utilizado para a transmissão ao vivo no YouTube, com nome “Formação de Professores SME – Prefeitura de Canoas”, segue à disposição das comunidades escolares canoenses para o compartilhamento de temas importantes relacionados à educação e ao contato mais próximo entre a equipe pedagógica da Secretaria Municipal da Educação e a rede de ensino. Veja abaixo quais são os próximos módulos de formação.

20 de maio, às 15h
Atividades remotas: desafios na alfabetização

25 de maio, às 15h
Inovação e criatividade: as potencialidades das tecnologias na prática pedagógica do 4º e 5º ano

27 de maio, às 15h
Reinventando a educação nos anos iniciais: estratégias das escolas municipais de Canoas em tempos de pandemia

Cronograma de atividades dos anos finais

A Secretaria Municipal da Educação (SME) também disponibilizará nos próximos dias conteúdos aos professores com disciplinas específicas nos anos finais do ensino fundamental. As videoconferências ocorrem à parte, através do Google Meet, e foram iniciadas nesta terça-feira (19) com assuntos relacionados à língua portuguesa.

20 de maio, às 15h
Matemática

21 de maio, às 14h
História

22 de maio, às 14h
Artes

25 de maio, às 14h
Língua inglesa

26 de maio, às 14h
Ensino religioso

27 de maio, às 14h
Geografia

27 de maio, às 18h
Educação física

28 de maio, às 14h
Ciências

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.